O satélite GOES 16, responsável por registrar as condições atmosféricas dos EUA, mostrou imagens surpreendentes da formação de nuvens carregadas na tempestade que assolou o estado de Kentucky, no último dia 28.

As chuvas foram tão devastadoras que provocaram enchentes responsáveis pela morte de aproximadamente 28 pessoas. Esse número, contudo, deve estar defasado, já que muitas áreas são de difícil acesso e ainda há desaparecidos.

publicidade

Leia mais:

De acordo com as autoridades norte-americanas, St. Louis e Kentucky estão em estado de emergência. Confira as imagens obtidas pelo satélite GOES 16:

O satélite de previsão meteorológica dos EUA GOES 16 capturou a tempestade devastadora que despejou quantidades recordes de chuva em Kentucky na semana passada.
Tempestade devastadora que causou recordes de chuva no Kentucky na semana passada. Créditos: NOAA

Segundo os especialistas em clima, tanto essa situação quanto a seca extrema e os incêndios florestais que atingem a Califórnia são resultados das mudanças climáticas que afligem o planeta.

Foram registrados 25 centímetros de chuva na região leste dos EUA, durante um período de 24 horas, um evento que raramente acontece. As equipes de resgate empenhadas ainda estão analisando os danos em áreas submersas.

Além disso, o Washington Post divulgou que os meteorologistas preveem mais chuvas pela frente. Segundo a NBC News, centenas de moradores estão fora de suas casa por conta dos deslizamentos de terra.

Incêndio florestal

verão no hemisfério norte não está sendo leve esse ano. Além da Europa e dos Estados Unidos baterem recordes de temperatura, um intenso incêndio florestal atinge a Califórnia e já provocou a retirada de milhares de pessoas.

De acordo com a Agência France Press, mais de 2,5 mil bombeiros trabalharam no combate ao fogo. O vento ajudou a alastrar as chamas, mesmo não sendo tão intenso, e moradores são removidos de suas casas na medida que o fogo avança. A seca, tradicional no estado, dificulta o trabalho das autoridades de tentar conter as chamas.

O “Oak Fire”, como foi batizado, é o maior incêndio florestal deste ano na Califórnia. “Os ventos são bastante fracos e típicos para esta época do ano, mas o Oak Fire ainda conseguiu do controle devido à extrema secura da vegetação bastante a longo prazo e às condições quentes no prazo”, disse a NASA sobre as fotos. 

Via: Space.com

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!