Nesta terça-feira (2) foi anunciado que o filme “Batgirl” não seria lançado, mesmo com um prejuízo milionário, e apesar de as informações iniciais apontarem para a qualidade do filme ter sido o motivo do cancelamento, fontes da Warner Bros. defendem que não é o caso.

A princípio, a notícia do cancelamento surgiu junto com rumores de que a qualidade do filme teria motivado o cancelamento de “Batgirl”, após testes de audiência serem insatisfatórios. Um artigo do New York Post afirmou que pessoas que assistiram ao filme terem afirmado que ele seria “irremediável”.

publicidade

No entanto, segundo a Variety, fontes de dentro da Warner Bros. negam que seja o caso. Tais fontes afirmam que a decisão não foi motivada pela qualidade do filme ou o comprometimento dos cineastas envolvidos na produção, mas sim pelo desejo de que os filmes da DC lançados pelo estúdio estejam no nível de blockbusters.

Assim, as razões do cancelamento seriam pelo conflito causado pela possibilidade de lançar um filme menor, com orçamento inicial de US$ 75 milhões, que foi elevado para US$ 90 milhões com custos da pandemia, dentro do Universo Estendido DC. Para título de comparação, “Aquaman“, lançado em 2018, teve um orçamento em torno de US$ 200 milhões, enquanto existem informações de que sua sequência terá orçamento superior a US$ 300 milhões.

Leia mais:

Tais afirmativas se alinham com o pronunciamento do estúdio, feito horas após o vazamento da informação do cancelamento. “A decisão de não lançar Batgirl reflete a mudança estratégica de nossa liderança no que se refere ao universo DC e HBO Max,” diz a Warner Bros. “Leslie Grace é uma atriz incrivelmente talentosa e essa decisão não é um reflexo de sua atuação. Somos incrivelmente gratos aos cineastas de Batgirl e Scoob! Holiday Haunt e seus respectivos elencos e esperamos colaborar com todos novamente em um futuro próximo.”

O filme “Batgirl”, que permanecerá engavetado nos estúdios da Warner Bros., teve direção de Adril El Arbi e Bilall Fallah e roteiro de Christina Hodson, conhecida por “Aves de Rapina”, Leslie Grace como a protagonista e um elenco que contaria com Brendan Fraser como o vilão Vagalume, Ivory Aquino como a vigilante trans Alysia Yeoh, além de Rebecca Front, Corey Johnson e Ethan Kai.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!