Uma animação divulgada pelo Centro Espacial Johnson, da NASA, mostra o que parece ser o passo a passo de um brinquedo de montar estilo Lego, mas, que, na verdade, detalha nada mais nada menos do que a construção da futura estação espacial lunar da agência.

Chamada Gateway, a estação, que apoiará as missões humanas do programa Artemis à Lua, exigirá várias etapas de montagem, conforme podemos conferir no vídeo abaixo.

publicidade

Diferentemente da Estação Espacial Internacional (ISS), que acomoda tripulações alternadas por cerca de 180 dias consecutivos cada, a Gateway abrigará membros ocasionais, servindo como um entreposto e plataforma para missões à superfície lunar, Marte e outros destinos no espaço profundo. Ali também será um ponto de encontro para os astronautas viajando a bordo do Space Launch System (SLS) e a cápsula Orion antes da transferência para uma órbita lunar baixa e a superfície da Lua.

No entanto, as duas estações têm em comum a capacidade de montagem rápida por astronautas e robôs.

publicidade

Como visto no vídeo, a construção da estação Gateway começará com um elemento de potência e propulsão, fornecido pela Maxar Technologies, ancorando um posto avançado de habitação e logística da Northrop Grumman. 

Depois disso, a primeira tripulação virá, juntamente com o Módulo Internacional de Habitação (I-Hab), fornecido pela Agência Espacial Europeia (ESA). Esse módulo vai abrigar o Sistema de Suporte de Vida e Controle Ambiental (ECLSS, na sigla em inglês) e contará com ambientes próprios para experimentos científicos internos e externos, além de espaço de trabalho e aposentos para a tripulação. 

publicidade

O ECLSS vai complementar os sistemas de suporte de vida fornecidos pela cápsula Orion, permitindo maior tempo de estadia e missões mais “robustas” à superfície lunar.

Em seguida, o vídeo mostra a sequência de missões humanas e outros elementos que vão chegar à estação, incluindo o braço robótico Canadarm3 da Agência Espacial Canadense (CSA), construído pela MDA.

publicidade

Leia mais:

Gateway será usada como um posto de suprimentos para as missões Artemis, embora a NASA a tenha removido do “caminho crítico” das primeiras.

Um voo de teste sem tripulação, denominado Artemis 1, está programado para decolar no fim deste mês, dando início ao novo projeto de exploração lunar da NASA. A mesma órbita dessa primeira missão será percorrida por Artemis 2, um voo tripulado aguardado para 2024. Entre 2025 e 2026, será a vez da missão Artemis 3, que finalmente pousará seres humanos em solo lunar outra vez, mais de 50 anos depois da última.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!