A McLaren apresentou o potente monocoque Solus GT, exclusivo para pistas, como uma espécie de versão real do Ultimate Vision GT da série de jogos Gran Turismo. A exclusividade não para na forma específica de onde ele pode correr. Apenas 25 unidades da máquina deverão ser produzidas pela empresa. Detalhe: todas já compradas, por preço não revelado, mas que deve ter sido lá nas alturas…

Solus GT de frente
Imagem: Divulgação/McLaren

A estrutura do Solus GT de verdade da McLaren é feita em fibra de carbono, pesando menos de uma tonelada. O dossel deslizante faz o carro parecer um pouquinho com um jato de combate. Dentro da cabine para uma só pessoa, o piloto tem uma linha de visão de 180°. Há ainda um halo de titânio impresso em 3D, bem parecido com os usados na Fórmula 1.

publicidade

Leia também:

Exclusividade McLaren

Parte interna do Solus GT
Imagem: Divulgação/McLaren

O exclusivo veículo também traz um assento moldado de acordo com o proprietário. Ah.. e o dono de cada unidade ganha da McLaren um macacão, um capacete e braçadeiras exclusivas. Além disso, a marca brinda o comprador do Solus GT com um programa de treinamento de pilotos.

publicidade

A potência máxima do carro chega aos 10.000 rpm. O motor possui aceleradores acionados por barril para cada cilindro, um design retirado do automobilismo. Acompanhado por uma caixa sequencial de sete velocidades, ele é totalmente acionado por engrenagens, ou seja, não há correntes ou correias para o comando de válvulas e sistemas auxiliares.

E não há uso nenhum de eletrificação, apenas a potência bruta do V-10 naturalmente aspirado de 5,2 litros produzindo 829 cv e 650 Newton-metros de torque. Então, com a configuração, a McLaren diz que o Solus GT faz de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos e alcança uma velocidade máxima de 320 km/h. As entregas do McLaren Solus GT estão programadas para 2023.

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!