A ex-vice-administradora da NASA, Lori Garver, disse em entrevista para a Ars Technica, estar preocupada com as circunstâncias em que o lançamento do foguete SLS (Space Launch System). A agência espacial marcou o início da missão Artemis 1 para a próxima segunda-feira (29).

Garver desconfia que as pessoas de fora do círculo principal em torno do foguete saibam de questões importantes relativas ao evento. A ex-funcionária ressalta que dentro da programação da agência espacial norte-americana, por exemplo, não há outro voo teste planejado para acontecer caso este falhe. Isso significa que esse lançamento precisa ser perfeito, sem intercorrências.

publicidade

Leia mais:

Em outras entrevistas recentes, Garver destacou diversas as diferenças entre o SLS e a Starship da SpaceX. Ela acredita que, agora, esse contraste ficará aparente para o público, mesmo que a intenção não seja gerar qualquer tipo de competição ou disputa entre as empresas.

publicidade

Lançamento da Artemis 1

Segundo a ex-vice-administradora, que está preocupada com a empreitada, “será inevitavelmente embaraçoso se a Starship lançar [foguetes], como o Falcon 9, dezenas de vezes por ano, e o SLS [ser lançado] uma vez a cada dois anos”. Ela complementou sua fala ao dizer que há mais dois cenários desagradáveis para a Nasa, o primeiro seria a SpaceX conseguir operar com preço relativamente mais baixos que a agência espacial norte-americana, e o segundo que o foguete SLS simplesmente não funcione como o esperado.

O que resta é esperar, pois esses desdobramentos somente serão esclarecidos quando ocorrer de fato o tão aguardado lançamento do SLS, previsto para o dia 29 de agosto (segunda-feira).

publicidade

Via: The Byte

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!