A espaçonave Dream Chaser, da empresa Sierra Space, que faz parte da Sierra Nevada Corporation (SNC), participará de uma missão, em 2024, que vai transportar “uma variedade de experimentos de ciências da vida” até a Estação Espacial Internacional (ISS). Esses experimentos são da empresa alemã de biotecnologia espacial, Yuri.

O comunicado foi feito na última quarta-feira (31), pela própria Sierra. A empresa também divulgou que para realizar o transporte, serão pelo menos seis missões, não tripuladas, que levarão a carga até a ISS. Todos os lançamentos vão sair da Estação da Força Espacial do Cabo Canaveral, na Flórida, com foguetes Vulcan Centaur da United Launch Alliance.

Leia mais:

Atualmente, a NASA recebe carregamentos de carga de apenas duas empresas: a SpaceX e a Northrop Grumman. Enquanto, a SpaceX tem a cápsula Dragon projetada para enviar materiais e voltar à Terra, o Cygnus, da Northrop Grumman, queima naturalmente ao voltar para a atmosfera. Agora, o Dream Chaser será outra alternativa para realizar missões.

publicidade

Além do investimento na questão espacial civil, a Sierra Space também anunciou que está desenvolvendo um motor de foguete Vortex, para missões militares. Segundo os funcionários da SNC, neste caso, até mesmo a Força Aérea dos Estados Unidos está ajudando financeiramente no projeto do motor VR35K-A.

Há outras atividades que visam fortalecer as defesas dos países, em curso. Em agosto, a SNC firmou um contrato com o Ministério da Defesa do Reino Unido, para usar um balão de alta altitude com a finalidade de promover “comunicações estratosféricas e inteligência, vigilância e reconhecimento”.

Adaptações nas espaçonaves para missões militares

Nos Estados Unidos, a aeronave RAPCON-X da SNC busca uma oportunidade no exército do país. Atualmente, o exército norte-americano está delineando os próximos passos do programa para substituir a antiga aeronave de vigilância de campo de batalha Beechcraft RC-12 Guardrai. A intenção é encontrar um sistema de próxima geração de inteligência, reconhecimento e vigilância.

Para suprir as exigências, a SNC já investiu aproximadamente 200 milhões de dólares na construção de duas variantes RAPCON-X, previstas para janeiro de 2024. Segundo a Breaking Defense, essa iniciativa irá antecipar a próxima fase do programa Hades (High Accuracy Detection and Exploitation System, sistema de detecção e exploração de alta precisão).

Via: Space.com

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!