Um estudo conduzido pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) entre junho de 2021 e 2022 a pedido da fintech ZigNET revela que os homens provocam a maioria dos acidentes no trânsito.

Ao todo, foram registradas 183% mais ocorrências entre motoristas homens e quase 3 vezes a menos em favor do sexo feminino.

Vídeo relacionado

O índice de imprudência masculina se repetiu por diferentes faixas etárias. Entretanto, para ambos os sexos, ficou claro que são os mais jovens os que sofrem mais acidentes (entre 18 e 34 anos). Ainda assim, novamente os homens saem na frente com 217% mais registros.

Em números, essa faixa etária registrou sozinha 143.199 ocorrências de trânsito entre os homens contra 45.044. Mantendo a tendência de 3 vezes menos acidentes entre as mulheres. O levantamento mostra ainda que quanto mais velho, a chance de um homem provocar um acidente diminui.

publicidade

No sexo oposto, por sua vez, o maior número de casos foi visto entre mulheres de 30 a 34 anos (51.471). Como comparativo, os homens só alcançaram o mesmo patamar no estudo depois dos 60 anos, quando o número de acidentes finalmente ficou abaixo da faixa de 50 mil.

Outros dados avaliados

A pesquisa também considerou outros parâmetros interessantes, como, por exemplo, quais são os dias da semana que mais ocorrem acidentes no país. Nesse caso, os destaques ficaram para sexta-feira e sábado, com 307.436 e 277.057 registros, respectivamente. O dia considerado “menos perigoso” foi domingo, com 206.838 ocorrências.

publicidade

Os automóveis foram os que mais causaram acidentes entre junho do ano passado e junho deste ano (649.430). As motocicletas ficaram sem segundo (234.016).

Imagem principal: Dragana Gordic/Shutterstock

publicidade

Veja também:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!