Em julho deste ano, a Comissão Federal de Comércio (FTC) processou a Meta, numa tentativa de impedi-la de comprar a Within Unlimited, uma empresa de tecnologia que cria e distribui experiências e produtos de vídeo em 360 graus, AR e VR na Web, dispositivos móveis, consoles e fones de ouvido.

Com isso, a FTC irá chamar o CEO da Meta, Mark Zuckerberg, para testemunhar em seu caso contra a própria empresa.

publicidade

Leia mais:

A Reuters informou que a agência listou 18 testemunhas, incluindo Zuckerberg, o CEO da Within, Chris Milk, e o diretor de tecnologia da Meta, Andrew Bosworth, tendo como base um documento judicial arquivado no Tribunal Distrital do Norte da Califórnia.

publicidade

Além de responder a perguntas sobre a potencial aquisição, a FTC planeja perguntar a Zuckerberg sobre a estratégia de VR da Meta e como a empresa pretende apoiar desenvolvedores terceirizados.

Vale ressaltar que, em julho, a FTC acusou a empresa e Zuckerberg de tentar “comprar ilegalmente” a Within. “Em vez de competir por méritos, a Meta está tentando comprar seu caminho para o topo”, afirmou John Newman, vice-diretor do Bureau of Competition da FTC.

publicidade
Mark Zuckerberg vai testemunhar no caso da FTC contra Meta

É importante mencionar que a Meta rejeitou o processo da FTC, alegando que é baseado em “ideologia e especulação, não em evidências”. Em documentos judiciais, a empresa argumentou que “as alegações conclusivas, especulativas e contraditórias da FTC não alegam plausivelmente nenhum fato para estabelecer que qualquer suposto mercado para aplicativos de VR Deliberate Fitness seja ‘oligopolístico’ quanto ao comportamento ou à estrutura”. 

A empresa dona do Facebook concordou em comprar a Within em outubro de 2021 por uma quantia não revelada.

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!