Os smartphones são dispositivos cada vez mais completos e possibilitam realizar uma quantidade cada vez maior de atividades. Porém, para estudar e trabalhar, as telas pequenas dos celulares podem ser um dificultador. Por isso, os tablets podem ser opções melhores, por terem telas grandes, que permitem uma leitura mais fácil e menos cansativa de conteúdos, seja educativo, para trabalho e até mesmo para entretenimento.

Os tablets unem o melhor de dois mundos, já que sua tela podem ser grandes, quase como um notebook, ao mesmo tempo em que o dispositivo é quase tão portátil como um smartphone. Porém, o preço pode ser um impeditivo para se comprar esses aparelhos. Pensando nisso, o Olhar Digital separou 10 tablets baratos, que custam até R$ 1.500, que vão te permitir acessar o Pacote Office ou o Google Docs.

publicidade

Leia mais:

Tablets baratos da Samsung

Quando se pensa em tablet, é quase automático lembrar dos aparelhos da Apple, os iPads, porém, esses dispositivos, apesar de serem muito completos, têm preços extremamente altos e não são uma opção viável para quem quer economizar. Porém, a principal concorrente da marca da maçã, a Samsung, tem opções muito competentes e que cabem no bolso de quem não quer gastar muito.

publicidade
Tablet Samsung Galaxy Tab A8 é um modelo para ficar de olho
(Tablet Samsung Galaxy Tab A8 é um modelo para ficar de olho. Imagem: Samsung/Divulgação)

Bons modelos de tablets baratos da Samsung são os dispositivos da linha A. Modelos como o Galaxy Tab A7 Lite e Galaxy Tab A8 podem ser excelentes opções para um primeiro tablet. Os dispositivos possuem opções com conexão por Wi-Fi e conexão 4G, com preços que vão de R$ 929,99, para aparelhos mais simples, até R$ 1.149,30.

Tablets baratos da Multilaser

A marca brasileira de eletrônicos está de cara nova, tendo, inclusive, mudado de nome, passando a ser chamada de Multi. Os tablets da empresa têm preços mais acessíveis do que os da Samsung, porém, o desempenho pode ser mais modesto. Contudo, eles são o suficiente para abrir o Pacote Office, editar uma planilha, criar uma apresentação de slides ou ler um PDF.

publicidade

Com preços entre R$ 535,00 e 758,07, os dispositivos da linha M8 da Multilaser (ou Multi) são boas opções, e os únicos da marca que possuem conexão 4G. Os demais, que até têm preços menores, possuem apenas conexão com a rede 3G ou com a internet via Wi-Fi, o que tira uma das principais vantagens desses aparelhos, que é a portabilidade de rede.

Tablets baratos da positivo

Tablet Positivo Tab Q10 é equipado com 64GB e bateria de 5.000 mAh
(Tablet Positivo Tab Q10 é equipado com 64GB e bateria de 5.000 mAh. Imagem: Positivo/Divulgação)

Outras opções de aparelhos baratos e de produção nacional são os tablets da Positivo. Vale ressaltar os modelos das linhas Q8 e Q10, todos com conexão via 4G, com preços que variam entre R$ 653,87, no modelo mais simples, e R$ 829,00, no mais parrudo. São opções bastante viáveis para quem precisa fazer coisas mais simples.

publicidade

Tablets baratos da Lenovo

Tablet Lenovo P11 Plus é um sonho de consumo que fica fora da lista de tablet barato
(Tablet Lenovo P11 Plus, aceita Precision Pen 2 e teclado. Imagem: Lenovo/Divulgação)

Modelos mais potentes são as opções da linha P11 Plus, da Lenovo. Com preços que variam entre R$ 1.349,00 e R$ 1499,00. Os modelos, apesar de mais caros que os demais apresentados, podem trazer um ótimo custo-benefício, já que são compatíveis com teclado wireless da marca e com a Precision Pen 2, uma caneta ideal para desenhos à mão livre.

Tablets baratos da Motorola

Outra boa opção para quem tem um dinheiro a mais para investir são os tablets da linha Tab G70, da Motorola, que podem ser encontrados por valores que vão de R$ 1.399,00 até R$ 1.461,14. Além de permitir estudar e trabalhar, esses modelos também são ótimas opções para assistir filmes e séries em suas telas de 11” com resolução 2K.

(Imagem: Divulgação/Fujitsu)

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!