Em 2019, a Mercedes-Benz e a Bosch se uniram com um objetivo em comum: criar a primeira experiência de estacionamento totalmente autônomo. No entanto, para começar a testar o recurso no “mundo real”, as empresas precisavam de uma autorização especial emitida pelo governo alemão. 

Avançando no tempo, a montadora anunciou nesta quarta-feira (30) que conseguiu a aprovação das autoridades para introduzir a novidade na garagem P6 do Aeroporto de Stuttgart, na Alemanha. É o primeiro sistema de nível quatro, ou seja, de direção totalmente autônoma, a ser aprovado para uso comercial no mundo.

Vídeo relacionado

Veja também:

Vale recordar que esses sistemas são divididos em níveis que vão de 1 a 5, quanto maior o nível, menor é a dependência de um motorista a bordo. Como estamos falando do penúltimo estágio, a direção do veículo não depende de humanos no volante.

publicidade

Como funciona o estacionamento sem manobrista?

Ao chegar no estacionamento, o condutor pode simplesmente acionar um botão usando um aplicativo dedicado no seu celular, o “Mercedes Me”. Em seguida, o carro “dirige sozinho” usando um dos caminhos livres até uma das vagas disponíveis (que devem ser reservadas com antecedência, diz a Mercedes).

Imagem: Mercedes-Benz/Divulgação

Por enquanto, a novidade vai funcionar apenas em alguns sedãs de luxo da fabricante, como os modelos das linhas S-Class e os elétricos EQS fabricados a partir de julho de 2022. Os carros também devem ter o recurso “Intelligent Park Pilot” de fábrica (ou piloto de estacionamento inteligente em tradução livre).

publicidade

Para tudo funcionar, é necessário que o estacionamento também esteja equipado com uma rede complexa de sensores capazes de se comunicar com o automóvel em tempo real. Até então, a novidade estava em testes apenas no museu da Mercedes-Benz, que também fica em Stuttgart.

Markus Heyn, um dos executivos da área de mobilidade da Bosch, disse que o estacionamento sem motorista será o pontapé inicial para a condução autônoma entrar na rotina dos motoristas. “É um aspecto fundamental da mobilidade automatizada”, acrescentou.

publicidade

Heyn diz ainda que a ideia é implantar a mesma tecnologia em “centenas de estacionamentos em todo o mundo” nos próximos anos.

Imagem principal: Mercedes-Benz/Divulgação

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!