A Microsoft informou que irá desligar milhares de pessoas no dia de hoje (18), cortando cerca de 5% da sua força de trabalho atual. Como a empresa possui 220 mil funcionários, o número de desligamentos pode chegar a 10 mil pessoas. 

Segundo uma fonte do The Verge, é provável que a gigante de tecnologia anuncie os cortes nesta quarta-feira, antes de anunciar os ganhos trimestrais na próxima semana. As demissões são consideradas “significativamente maiores” do que o corte de 1% na força de trabalho da Microsoft no ano passado. Os desligamentos de empregos anteriores afetaram posições em consultoria e soluções para clientes e parceiros, além de áreas da engenharia.

publicidade

Leia mais:

A empresa é uma das mais renomadas no mercado de tecnologia, mas está enfrentando uma economia desafiadora. Os boatos sobre as demissões ocorreram logo após a big tech anunciar que seus funcionários teriam férias ilimitadas

publicidade

“Os próximos dois anos provavelmente serão os mais desafiadores”, disse Satya Nadella, CEO da Microsoft. “Tivemos muita aceleração durante a pandemia e há uma certa normalização dessa demanda. E, além disso, há uma verdadeira recessão em algumas partes do mundo”.

Microsoft

Os cortes também ocorreram semanas depois que Nadella alertou sobre estes serem os dois anos mais desafiadores para a indústria de tecnologia. Em entrevista à CNBC, Nadella admitiu que a empresa não era “imune às mudanças globais” e falou sobre a necessidade de as empresas de tecnologia serem mais eficientes.

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!