A Microsoft assinou um contrato de 10 anos com a Nintendo que garante os games da franquia “Call of Duty” para os consoles da empresa no mesmo dia que saírem para Xbox.

  • O acordo entre as empresas é uma tentativa da Microsoft de reforçar que a aquisição da Activision Blizzard não prejudicará a concorrência do mercado;
  • Em dezembro, a Comissão Federal de Comércio (FTC), órgão regulatório dos Estados Unidos, contestou a compra afirmando que a Microsoft prejudicaria os concorrentes da empresa
  • No início do mês, a Autoridade de Concorrências e Mercado (CMA) da União Europeia sugeriu que o Call of Duty fosse retirado da aquisição. Outra opção do órgão foi a compra parcial da Activision Blizzard

O anúncio foi feito pelo presidente da Microsoft, Brad Smith, no mesmo dia em que a empresa participará de uma audiência com o órgão regulatório antitruste da União Europeia sobre a compra da Activision Blizzard por US$69 bilhões.

publicidade

Leia mais:

A parceria entre as empresas é uma tentativa da Microsoft de mostrar que a compra da desenvolvedora aumentará a concorrência do mercado de games, afinal o Switch, atualmente não conta com jogos da franquia de jogos de tiro.

publicidade
Brad Smith

Agora assinamos um contrato vinculativo de 10 anos para trazer jogos do Xbox para os jogadores da Nintendo. Isso é apenas parte do nosso compromisso de trazer jogos do Xbox e títulos da Activision como Call of Duty para mais jogadores em mais plataformas.

Tuitou Brad Smith

Em dezembro, Phil Spencer, chefe da divisão Xbox da Microsoft, anunciou a acordo que disponibilizaria os jogos de “Call Of Duty” para a Nintendo. A empresa também ofereceu um acordo semelhante para a Sony, mas o chefe-executivo da Playstation, Jim Ryan, recusou, pois considerou a oferta “inadequada em muitos níveis”.

A popularidade de “Call of Duty” é o principal fator que preocupa os órgãos regulatórios antitruste, que alegam que a compra beneficiará a Microsoft de maneira desproporcional em relação às empresas concorrentes.

publicidade

A Microsoft reforça o seu compromisso de continuar dando acesso aos jogos da franquia de FPS para seus rivais Playstation e Nintendo.

Imagem destaque: rvlsoft / Shutterstock.com

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!