Após perder, em dezembro, o título de mais rico do mundo para o francês Bernard Arnault, presidente-executivo do conglomerado de luxo LVMH (que controla marcas como Louis Vuitton e Sephora), Elon Musk recuperou o seu lugar no ranking das personalidades mais ‘cheias da grana’.  

De acordo com a Bloomberg, graças à valorização de quase 70% no preço das ações da Tesla, montadora da qual é dono, sua fortuna subiu cerca de US$ 2 bilhões acima do patrimônio de Arnault. A fortuna de Musk é avaliada em US$ 187 bilhões (aproximadamente R$ 972 bilhões, na cotação atual).  

publicidade

Leia mais! 

O impulso nas ações ocorre em meio a sinais de crescimento econômico e ritmo mais lento de altas de juros nos Estados Unidos, que deram aos investidores mais confiança para retomar as apostas em ações de risco. 

publicidade

Conforme levantamento da Bloomberg, o patrimônio de Musk tem três principais fontes: 

  • Tesla: US$ 71,7 bilhões; 
  • SpaceX: US$ 48,9 bilhões; 
  • Twitter: US$ 10,5 bilhões. 
Imagem: shutterstock

Além do impacto com o cenário econômico, assumir o comando do Twitter em outubro de 2022 também movimentou negativamente as ações da Tesla, já que investidores cogitaram que a atenção do empresário estaria no novo empreendimento (não erraram). Musk atingiu um pico de US$ 340 bilhões de fortuna em novembro de 2021, mas viu ela cair para US$ 126 bilhões em janeiro de 2023. 

publicidade

Recentemente, dentre tantas polêmicas e demissões em massa no Twitter (e todo setor tech), o empresário sinalizou que planeja deixar o cargo de presidente-executivo da rede social até o final do ano. O motivo para querer “passar o bastão” seria exatamente a demanda de funções, já que o empresário tem várias empresas para administrar. 

Vale pontuar que, para a famosa lista da Forbes, Bernard Arnault continua sendo o mais rico do mundo, com Musk ficando na segunda posição.

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!