Passageiros do metrô, trens e ônibus intermunicipais do estado de São Paulo deixarão de ser obrigados a usar máscaras a partir desta sexta-feira (3). O uso agora é apenas recomendado, e não mais obrigatório, principalmente para grupos de risco como idosos, pessoas com imunodeficiência, comorbidade e sintomas respiratórios.

  • O uso de máscaras no metrô, trens e ônibus intermunicipais de São Paulo não é mais obrigatório, apenas recomendado
  • A medida veio logo após a queda da obrigatoriedade pela Anvisa em aviões e aeroportos
  • O governo de São Paulo diz monitorar os indicadores da Covid-19 e que não houve aumento significativo relacionado ao Carnaval
  • Além disso, o governo paulista destacou que 90,7% da população do estado estão com o esquema vacinal completo

Segundo a administração estadual, até o momento os indicadores não sugerem aumento significativo de casos de Covid-19 por consequência das festas de Carnaval. O governo diz monitorar a evolução da pandemia de forma diária, com base em indicadores de casos e internações.

publicidade

Leia mais:

Outro ponto apresentado pelo governo de São Paulo é que o estado apresenta um alto índice de vacinação. Mais de 129,5 milhões de doses já foram aplicadas no estado, o que indica que 90,7% da população com idade superior a seis meses de vida está com o esquema vacinal completo.

publicidade
metrô
Passageiros fazendo uso de máscaras de proteção no metrô de São Paulo. Imagem: Shutterstock

A decisão do governo paulista foi divulgada apenas um dia após a Anvisa retirar a obrigatoriedade do uso de máscaras dentro de aviões e em aeroportos brasileiros.

Em nota, o governo de São Paulo disse nesta quinta-feira (2) que “a decisão está em consonância com a da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em desobrigar o uso do item em portos e aeroportos do país, anunciada nesta semana”.

publicidade

No entanto, vale destacar que o uso de máscaras em aviões e aeroportos já havia deixado de ser obrigatório em agosto de 2022, passando a ser apenas uma recomendação. Só que poucos meses depois, em novembro, a obrigatoriedade retornou para estes ambientes.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!