As ações da Tesla caíram mais de 4% após a empresa divulgar seus resultados do primeiro trimestre de 2023 após o encerramento do mercado na quarta-feira. Segundo os resultados, o lucro líquido da empresa caiu 24% para US$ 2,51 bilhões, ou 73 centavos por ação, ante US$ 3,32 bilhões, ou 95 centavos por ação, no mesmo período do ano passado.

Leia mais:

publicidade

Embora a receita total tenha aumentado 24%, para US$ 23,33 bilhões, quando comparado ao mesmo período do ano passado, o lucro por ação ajustado foi de 85 centavos, em linha com as expectativas do mercado, mas não superou as estimativas dos analistas.

A receita da Tesla no segmento automotivo, seu principal negócio, alcançou US$ 19,96 bilhões no trimestre, um aumento de 18% em relação ao mesmo período do ano anterior. No entanto, a receita proveniente de créditos regulatórios automotivos caiu de US$ 679 milhões para US$ 521 milhões no mesmo período.

publicidade

A empresa informou que a subutilização de novas fábricas, juntamente com os custos mais altos de matérias-primas, logística e garantia, além da receita menor de créditos ambientais, contribuiu para a queda nos lucros em relação ao ano passado.

O CEO Elon Musk enfatizou em uma teleconferência que o ambiente macroeconômico é incerto e pode afetar os planos de compra de carros das pessoas. Ele também alertou que a elevação das taxas de juros também “equivalem a um aumento no preço de um carro”.

publicidade

Musk disse que a empresa está focada em aumentar o volume e a frota de veículos, em vez de reduzir o volume e aumentar a margem de lucro, e que espera que os veículos da Tesla gerem lucro significativo através da autonomia no futuro.

A receita da Tesla Energy, que inclui sistemas de armazenamento de energia, aumentou 148% em relação ao mesmo período do ano anterior, atingindo US$ 1,53 bilhão. A empresa disse que a implantação de seus sistemas de armazenamento de energia aumentou em 360% em relação ao mesmo período de 2022, alcançando 3,9 gigawatt-horas.

publicidade

Embora a Tesla ainda não tenha cumprido sua promessa de uma viagem sem as mãos ao redor dos EUA, a empresa está continuando a desenvolver sua tecnologia de condução autônoma. Com as condições econômicas incertas, a Tesla espera continuar a aumentar sua frota de veículos elétricos, apostando que a tecnologia de autonomia trará lucros significativos no futuro.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!