Um bug do Twitter está restaurando tuítes excluídos há pelo menos três anos, segundo relatou o The Verge. De acordo com o portal, após consultarem seus perfis, usuários notaram que boa parte das publicações deletadas em massa voltaram para a linha de tempo da rede social

Resumo: 

  • James Vincent, repórter do The Verge, excluiu no dia 8 de maio 5 mil tuítes da sua conta, mas recentemente notou que as postagens voltaram para sua linha do tempo, incluindo publicações de 2020; 
  • O repórter não é o único, outros usuários também perceberam o resgate: um usuário reclamou no Mastodon em 17 de maio que 34 mil de seus tweets excluídos foram restaurados; 
  • Não está claro de que forma o bug está afetando usuários e nem o motivo de estar ocorrendo. 

Leia mais! 

Em novembro passado, apaguei todos os meus tweets. Cada um. Em seguida, executei o Redact e excluí todos os meus gostos, minha mídia e retweets. Acordei hoje para encontrar 34 mil deles restaurados pelo Twitter… Isso mostra por que você NÃO deve usar o Twitter, nunca. 

Disse o desenvolvedor de código aberto Dick Morrell no Mastodon. 

O Redact mencionado por Morrell é uma ferramenta usada para excluir publicações em massa de redes sociais. Vincent usou a TweetDelete.net, recurso diferente, mas com mesmo objetivo. Segundo especulações, isso pode significar que o bug não está relacionado as ferramentas de exclusão, mas aos servidores do Twitter, que podem estar acidentalmente restaurando os dados. 

publicidade

Ao ZDNET, Morrell acrescentou que ao menos 400 usuários já relataram o mesmo problema. Ainda não está claro o motivo do bug e nem qual a dimensão do problema por região. O Twitter ainda não se pronunciou sobre o caso. 

Twitter
(Imagem: FellowNeko / Shutterstock.com)

Se confirmada, a falha será apenas mais uma em meio as várias polêmicas e reclamações sobre o Twitter após a aquisição de Elon Musk, principalmente no que diz respeito a segurança e conteúdo da plataforma — sem mencionar a queda de anunciantes, problema que Musk pode estar tentando resolver com a chegada da nova CEO, Linda Yaccarino.

Recentemente, por exemplo, uma falha técnica tornou público os tuítes programados para serem vistos apenas pela Roda — lista fechada de amigos. A rede social confirmou, posteriormente, o “incidente de segurança”.

Em outra ocasião, usuários também reclamaram que estavam sendo deslogados aleatoriamente. Uma terceira situação revelou que o filme recém-lançado no cinema Super Mario Bros foi publicado na plataforma ilegalmente — ele só foi percebido e deletado pelo Twitter após três dias on-line. 

As falhas estão se tornando comuns, já que a famosa rede do passarinho vem enfrentando uma série de instabilidades este ano. Apenas em 2023, a plataforma teve problemas técnicos aos menos seis vezes.  

Vale lembrar que na restruturação aplicada pelo bilionário na rede social, a mais impactante foi a redução da força de trabalho da empresa em pelo menos 60%, eliminando setores e funções básicas importantes. Uma delas foi o departamento de comunicação e assessoria: a rede social não tem mais um atendimento especial à imprensa ou usuário. 

O The Verge tentou entrar em contato com a plataforma para questionar o bug de tuítes excluídos retornando ao feed, mas a resposta padrão da mídia agora é um emoji de fezes

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!