As filmagens de “Thunderbolts”, o próximo filme do MCU (Universo Cinematográfico da Marvel) centrado nos anti-heróis da franquia, foram adiadas devido à greve dos roteiristas dos EUA, segundo os sites Deadline e The Hollywood Reporter.

O que você precisa saber:

  • A produção do novo filme da Marvel “Thunderbolts” deveria começar nas próximas semanas;
  • Agora, a produção só deve começar após o fim da greve dos roteiristas nos EUA;
  • A paralisação não afeta todos os projetos em andamento da Marvel;
  • Porém, devido a natureza interconectada da maioria de filmes e séries do MCU, greve pode impactar todo o “universo” da Marvel.

A nova produção da Marvel deveria começar nas próximas semanas em Atlanta. Mas agora só deve começar após o fim da greve. Só que, por ora, não se sabe até quando vai a paralisação da categoria.

publicidade

Leia mais:

Pôster do filme da Marvel chamado Thunderbolts
(Imagem: Divulgação/Marvel)

O filme “Thunderbolts” deveria ser lançado em julho de 2024, embora não esteja claro se isso mudará como resultado do atraso na produção. Entre as estrelas do elenco, estão: Florence Pugh (Yelena Belova), Sebastian Stan (Soldado Invernal) e David Harbour (Guardião Vermelho). Já na direção, o principal nome cotado é Jake Schreier (“Cidades de Papel”).

publicidade

Esse longa é apenas a mais recente produção impactada pela greve do WGA (Sindicato dos Roteiristas dos EUA). O sindicato que representa cerca de 11,5 mil roteiristas de cinema, televisão e outras mídias entrou em greve no começo de maio.

A categoria disputa por salários numa era cada vez mais dominada pelo streaming. O WGA também está tentando regular o uso de IA generativa nas salas dos roteiristas.

publicidade

Outros atrasos

Logomarca do Marvel Studios
(Imagem: Reprodução)

Juntamente a “Thunderbolts”, houve relatos de várias outras produções da Marvel sendo impactadas pela greve.

No começo do mês, o The Hollywood Reporter observou que o reboot de Blade, estrelada por Mahershala Ali, foi o primeiro grande filme a ver a produção encerrada devido à greve (o lançamento estava previsto para setembro de 2024, embora não esteja claro se isso mudará). Também pipocaram relatos de interrupções nos cronogramas das séries “Demolidor: Nascido de Novo” e “Magnum”.

publicidade

No entanto, a produção em vários outros projetos da Marvel continua. Entre eles, estão: “Capitão América: Nova Ordem Mundial” (maio de 2024), “Deadpool 3” (novembro de 2024) e “Agatha: Coven do Caos”.

Dada a natureza interconectada da maioria dos filmes e séries da Marvel, a greve pode ter um efeito indireto mais amplo na franquia, mesmo que afete apenas alguns projetos.

Outros impactados

Pôster de Stranger Things
(Imagem: Divulgação)

A Marvel está longe de ser o único estúdio a ver seus projetos impactados pela greve dos roteiristas.

O Deadline observou que as séries e programas de TV dos EUA foram mais afetados do que os filmes nesses estágios iniciais da greve, principalmente os talk shows noturnos. Já entre as séries afetadas, estão: Jaqueta Amarela, Stranger Things, Ruptura, Hacks e The Hedge Knight (próximo spin-off de Game of Thrones).

Com informações de Deadline e The Hollywood Reporter

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!