Um cigarro eletrônico causou um grande susto e pânico durante um voo na Europa ao pegar fogo quando estava dentro da bagagem de mão de um dos passageiros.

O caso ocorreu em um voo da companhia aérea EasyJet que ia de Genebra, na Suíça, para Amsterdã, na Holanda. De acordo com o jornal britânico Mirror, os passageiros ouviram um estalo vindo do compartimento de bagagem de mão e, logo depois, puderam observar a fumaça saindo dele. O acidente aconteceu logo após a decolagem da aeronave.

Leia mais:

Passageiros chegaram a imaginar que se tratava de uma bomba, mas não era o caso — era apenas um cigarro eletrônico que explodiu.

publicidade

Alguns dos passageiros abriram o compartimento e encontraram uma bagagem em chamas — era nela que estava guardado o cigarro eletrônico. A bolsa foi jogada no chão e as chamas foram apagadas na base dos pisões — ao mesmo tempo que a fumaça tomava conta do avião.

Apesar do incidente ter sido resolvido ainda com o avião no ar, a aeronave retornou ao aeroporto de Genebra por precaução. Ela pousou em segurança, e serviços de emergência inspecionaram a nave. Ninguém ficou ferido. O vídeo abaixo, postado no Twitter, mostra alguns momentos do caso:

As autoridades suíças conduziram uma investigação para identificar a origem do incidente, e afirmam que um “descontrole térmico” (ou seja, um problema na bateria) no cigarro eletrônico iniciou o incêndio. Os passageiros seguiram em outro voo para Amsterdã no dia seguinte ao incidente.

O caso representa um descumprimento de regras para o transporte de cigarros eletrônicos em aeronaves: a recomendação é que modelos com no máximo duas baterias sejam carregados como bagagem de mão, mas não podem ser colocados no compartimento com outras malas.

Via Mirror

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!