De acordo com informações do The Wall Street Journal, a Netflix está perto de transmitir seu primeiro evento esportivo — ou algo bem próximo disso. A empresa está em negociações para criar um torneio de golfe de celebridades com pilotos de F1 e jogadores de golfe profissionais. 

O que você precisa saber: 

publicidade
  • Segundo o WSJ, o conteúdo esportivo ao vivo iria juntar alguns membros do elenco de Dias de Golfe (Full Swing) e F1: Dirigir Para Viver (Drive to Survive), documentários da Netflix que acompanham pilotos e golfistas; 
  • As conversas, no entanto, ainda são preliminares, sem confirmações ou sinal verde para a produção; 
  • A transmissão de esportes ao vivo é arriscada, difícil e cara, assim, a aposta pode ser uma forma do streaming adentrar esse “campo” cautelosamente. 

Leia mais! 

Já faz algum tempo que a Netflix vem tentando ganhar destaque também na área esportiva. Segundo relatos, a plataforma até visou arrancar a cobertura da Fórmula 1 da ESPN, mas sem sucesso nas negociações. Supostamente, a empresa também teria lançado propostas para conseguir direitos sobre competições de tênis, ciclismo e outros esportes de baixo perfil.  

publicidade

O motivo desse e possíveis outros insucessos pode ter a ver com a reputação da Netflix no que diz respeito a transmissões ao vivo: não, sua fama não é das melhores. Em abril, por exemplo, sua transmissão ao vivo da reunião de Casamento às Cegas (Love is Blind) foi um fracasso tão grande que o serviço cancelou o formato para realitys. 

Por outro lado, sua primeira transmissão de um especial de comédia foi bem-sucedida. O streaming estreou na categoria com o stand-up de Chris Rock — também o primeiro no qual o comediante mencionou o conflito com Will Smith, que ficou conhecido como ‘tapa no Oscar’. 

publicidade

Um torneio de golfe com celebridades pode ser um teste para a Netflix provar às ligas e aos anunciantes que pode lidar com eventos mais complexos, enquanto tenta alcançar concorrentes como a Amazon Prime, que transmite esportes ao vivo há anos de ligas como NFL, Major League Baseball e Premiere League. 

A aposta pode servir ainda como uma estratégia, já que com o sucesso de Dias de Golfe e F1: Dirigir Para Viver ela mostrou que conteúdos do tipo (como se fossem um documentário com toque de reality) chamam atenção dos espectadores para esportes que antes eles não se interessavam. 

publicidade

Segundo análise do The Verge, o formato pode de fato dar a Netflix muito conteúdo para transmitir, além de boa dose de propriedade intelectual. 

Com informações do The Wall Street Journal e The Verge 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!