O motor de foguete BE-4 da Blue Origin, explodiu durante um teste no final de junho, informou a CNBC. A empresa pertence a Jeff Bezos, fundador da Amazon.

  • O BE-4 é o motor que integrará o foguete New Glenn da Blue Origin e o Vulcan Centaur da United Launch Alliance (ULA);
  • No teste de 30 de junho, realizado pela Blue Origin no oeste do Texas, o motor explodiu em 10 segundos;
  • A falha ameaça atrasar o primeiro lançamento do Vulcan, que foi recentemente adiado recentemente para o quarto trimestre de 2023.

Em comunicado, a Blue Origin confirmou que teve um problema nos teste do motor e disse que nenhum funcionário ficou ferido. A empresa disse que já identificou uma possível causa da falha e trabalha em ações corretivas.

publicidade

Leia mais:

A expectativa era que os testes do motor terminassem em julho, relatou a CNBC que conversou com fontes familiarizadas com o assunto. A empresa havia programado enviá-los para a United Launch Alliance responsável pelo foguete Vulcan.

publicidade

A empresa espacial de Bezos também disse que informou a ULA imediatamente sobre o incidente.

O presidente e CEO da ULA, Tory Bruno, disse no Twitter que o BE-4 já foi qualificado para voo e que o motor que falhou no dia 30 de julho estava passando por um “teste de aceitação” que tenta identificar problemas com unidades individuais antes do voo.

publicidade

Falhas de ATP não são incomuns. É por isso que as fazemos em cada número de série que sai da linha”, disse o CEO em outro tuíte.

O Vulcan Centaur da ULA tem passado por diversos problemas. Seu lançamento marcado para maio desse ano levaria a sonda Peregrine à lua. Porém, a estreia do foguete foi adiada após uma explosão em testes realizados no Marshall Space Flight da Nasa em março.

publicidade

Na próxima quinta-feira (13), Bruno Tory falará com repórteres sobre o Vulcan e deve dar mais detalhes sobre seu lançamento.

Já o New Glenn – sem previsão de lançamento – outro foguete que usará o motor da Blue Origin, tinha a estreia planejada para 2020, porém os atrasados no desenvolvimento do BE-4 adiaram seu lançamento.

Com informações de Space e CNBC.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!