Em meio ao cenário de polêmicas geradas por inteligência artificial, a Meta aparentemente quer garantir que os usuários do Instagram saibam quando sua IA criou o conteúdo exibido na timeline. A novidade aparece na descrição da postagem, encontrada por um leaker chamado Alessandro Paluzzi, conhecido por descobrir trabalhos das empresas de Mark Zuckerberg.

Leia mais:

publicidade

O que você precisa saber:

  • O Instagram parece estar testando uma forma para deixar claro que uma imagem ou texto foi criada com IA generativa
  • O alerta diz que a imagem, texto ou vídeo pode ter sido criado a partir de simples descrições sobre seu conteúdo
  • Assim a Meta garante a transparência sobre o conteúdo veiculado no Instagram, certamente afetando outras redes sociais da marca como o Facebook
  • A Meta não afirmou e nem negou o teste, mas ele faz sentido em um cenário onde já existem conversas sobre a regulamentação do uso de ferramentas de IA generativas

Aos poucos as diversas soluções de inteligência artificial generativa vão tomando espaço dentro de redes sociais, dificultando a vida de quem quer encontrar conteúdo criado por uma pessoa e não com ajuda de robô. A Meta, de Mark Zuckerberg, parece querer manter a transparência no Instagram com um aviso mais visível para todos.

Nele o Instagram diz:

publicidade

O criador ou a Meta disse que este conteúdo foi criado ou editado com IA.

Imagem gerada pela Meta AI.

O que é IA generativa?
Pessoas utilizam ferramentas de IA para criar textos, imagens e vídeos a partir de descrições simples.

Como saber quando uma postagem utiliza IA
Conteúdo criado com IA é tipicamente identificado para que seja facilmente identificado.

Instagram em teste não confirmado

Instagram pode se adiantar as leis

A Meta afirmou que não comenta sobre o assunto, mas o leaker é famoso justamente por adiantar recursos ou ferramentas focadas em redes sociais da empresa de Mark Zuckerberg e pensando no atual dilema ético da IA, faz sentido o Instagram garantir espaço para deixar claro quando o conteúdo não foi criado por um humano.

Com este teste, a Meta pode garantir a continuidade de seus trabalhos enquanto diversos governos de países já discutem formas para regulamentar o uso de inteligência artificial generativa, para evitar a disseminação de informações falsas.

publicidade

Com informações: Engadget.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!