A Apple divulgou o balanço financeiro do terceiro trimestre fiscal de 2023 nesta quinta-feira (03). O lucro líquido da empresa pouco mudou em relação ao ano anterior: passou de US$ 19,4 bilhões para US$ 19,9 bilhões.

O lucro líquido por ação ficou em US$ 1,26, contra US$ 1,20 de 2022. A receita líquida da companhia diminuiu 1,4% no trimestre encerrado em julho, ficando em US$ 81,7 bilhões.

publicidade

Leia mais:

iPhone, iPad e Mac

  • As receitas com o iPhone chegaram a US$ 39,7 bilhões, diminuição de 2,4%.
  • Vendas com computadores Mac movimentaram US$ 6,8 bilhões contra US$ 7,2 bilhões de um ano antes.
  • A receita com iPads caiu de US$ 7,2 bilhões para US$ 5,79 bilhões.

Outras big techs

Amazon

publicidade

A Amazon divulgou nesta quinta-feira (03) o balanço financeiro da empresa. O lucro foi acima do esperado pelo mercado financeiro. Os números são do trimestre encerrado em 1º de julho.

  • As receitas líquidas aumentaram 11%, para US$ 134,4 bilhões — a estimativa estava em US$ 131,5 bilhões.
  • O lucro líquido ficou em US$ 6,7 bilhões. Um ano antes, a empresa teve um prejuízo de US$ 2 bilhões.
  • O lucro por ação foi de US$ 0,65. Em 2022, foi de US$ 0,20.

Meta

publicidade

Meta revelou, na quarta-feira (26), o maior crescimento ano-a-ano de sua receita dos últimos tempos, conforme a demanda por anúncios subiu novamente.

A empresa reportou uma receita no segundo semestre de US$ 32 bilhões (R$ 151,6 bilhões), alta de 11% se comparado com um ano atrás. Isso significa o segundo trimestre em sequência de crescimento em receitas após a companhia ver encolhimento na maioria dos períodos analisados em 2022.

publicidade

Google

A empresa-mãe do Google, Alphabet, continua a avançar contra a queda na publicidade que ameaçava seus altos lucros, divulgando receitas que superaram as expectativas de Wall Street, sinalizando a resiliência de seu mecanismo de busca.

  • O gigante da internet informou que seus lucros aumentaram 15%, para US$ 18,4 bilhões, no segundo trimestre.
  • O resultado supera as expectativas de Wall Street, que eram de US$ 17,1 bilhões.
  • Em maio, a Google lançou produtos de IA em sua conferência anual, finalmente respondendo ao ChatGPT, da OpenAI, e à Microsoft. No entanto, ainda é cedo para dizer como essas ferramentas de IA afetarão a expansão de receitas da Google.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!