Um totem surgiu de forma misteriosa em um penhasco na Costa sul da Inglaterra. Como muitas construções curiosas no mundo todo, ninguém sabe que criou a escultura, ou colocou ali.

Contudo, moradores da região estão loucos para encontrar o responsável. Dessa forma, podem garantir a manutenção da peça antes que as autoridades a retirem do local.

publicidade

Leia mais:

De onde surgiu esse totem misterioso?

  • Segundo o IFLScience e o Kent Wildlife Trust, a construção apareceu há pouco durante a noite em uma reserva natural em Capel-Le-Ferne;
  • Ela está ao longo do caminho que se encontra no topo da falésia em North Downs Way entre Dover e Folkestone;
  • Esculpido em único tronco de árvore, ele mede cerca de 2,4 m de altura e possui inscrição do nome Perkünas.

Quem é Perkünas?

Na mitologia báltica, Perkünas é o deus dos raios, trovões e tempestades, primariamente ligado à região onde hoje ficam Lituânia e Letônia.

publicidade

Perkünas é uma das mais poderosas deidades no panteão dos deuses báltico e, às vezes, é comparado ao deus grego Zeus, o nórdico Thor e o romano Júpiter.

Porém, como o tal totem foi parar ali ainda é um mistério para todos, apesar de ter sido claramente feito por alguém habilidoso.

publicidade

O artista por trás dessa obra deve ter gasto horas para esculpir meticulosamente os detalhes e estamos ansiosos para mantê-lo em nossa reserva. A arte parece ser um sucesso entre os visitantes, que tiram selfies e nos parabenizam, mas não temos ideia de como ela veio parar aqui – é um mistério ‘totem’.

Ian Rickards, Gerente de Área do Kent Wildlife Trust, em nota

Moradores da região parecem ter apreço pelo totem, mas seu futuro ainda é incerto. Autoridades locais solicitaram que o Kent Wildlife Trust envie permissão de planejamento retrospectivo para mantê-lo onde se encontra. Como parte do processo, a reserva que identificar o artista.

O conselho local nos deu oito semanas para submeter a permissão de planejamento e poderia ser ótimo para rastrear a pessoa por trás do Perkünas para termos mais detalhes e manter a peça aqui. Haverá um custo para o Trust encaminhar o planejamento, então, qualquer pessoa que possa realizar doação para nos ajudar no processo, será recebido com gratidão.

Ian Rickards, Gerente de Área do Kent Wildlife Trust, em nota

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!