É difícil de alcançar a Tesla no que diz respeito aos veículos elétricos nos Estados Unidos, mas a Ford voltou à competição. Com a retomada da produção do Mustang Mach-E, o SUV elétrico da montadora, as vendas aumentaram em 61% em agosto, ficando atrás apenas do Model Y da empresa de Elon Musk.

Leia mais:

Vídeo relacionado

Vendas do Ford Mustang Mach-E

  • A produção do SUV elétrico havia sido pausada no início do ano para uma atualização na fábrica do México;
  • Isso fez com que as vendas do modelo no primeiro semestre de 2023 caíssem mais de 20% – o que, para quem quer competir com a Tesla, é muito;
  • No entanto, a fábrica voltou a funcionar, reabastecendo o estoque de Mach-E: de acordo com o site Electrek, foram 300 unidades fabricadas em fevereiro, 7.381 em março, 11.858 em abril… e o número continua a crescer;
  • Segundo Andrew Frick, vice-presidente de distribuição de vendas da Ford, a atualização na fábrica fez com que as vendas crescessem em 110% em junho.
Ford Mustang Mach-E estacionado meio de lado
Ford Mustang Mach-E pode estar no páreo para competir com Tesla Model Y na categoria dos SUVs elétricos (Imagem: Divulgação/Ford)

Segundo SUV elétrico mais vendido

Com os números em alta em agosto, a venda do modelo aumentou em 61,3% em relação ao mesmo mês de 2022, colocando o Mustang Mach-E na segunda posição de SUV elétrico mais vendido nos Estados Unidos. Isso representa 5.033 unidades vendidas.

Em comparação, o mesmo modelo teve 8.633 unidades vendidas entre os meses de abril e junho.

publicidade

Outro fator que pode estar alavancando as vendas do Mach-E são as novas ofertas de locação do modelo.

Isso porque a Ford promoveu uma promoção de varejo para empresas que queiram adquirir os carros e ela própria ofereceu planos de aluguel, que se iniciam com um investimento de US$ 408 (aproximadamente R$ 2.030) por mês, num contrato de 36 meses.

publicidade

Ou seja, é melhor o Model Y da Tesla se cuidar.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!