Bilionários de empresas localizadas no Vale do Silício – sinônimo de tecnologia e inovação – querem construir uma cidade tecnológica na Califórnia. Nós já falamos sobre o assunto aqui no Olhar Digital. Os executivos já são responsáveis pela compra de mais de 200 km quadrados de terras no estado, avaliadas em US$ 800 milhões, e querem tirar do papel uma cidade sustentável. No entanto, antes disso, eles precisam conquistar o voto dos moradores e líderes da região.

Leia mais:

publicidade

Projeto California Forever

Trata-se do projeto California Forever, lançado pelo executivo Jan Sramek, ex-trader do grupo financeiro Goldman Sachs, em 2018.

O site da iniciativa a descreve como uma oportunidade para uma nova comunidade, empregos locais bem remunerados, fazendas solares e espaço aberto” em Solano, um condado rural entre São Francisco e Sacramento, na Califórnia. Por lá, vivem cerca de 450 mil pessoas.

publicidade

No entanto, a compra de mais de 202 km quadrados de terras foi feita com o nome de empresa Flannery Associates LLC, que até então era desconhecida. Com US$ 800 milhões investidos no local, além de verbas vindas da Europa, o projeto (e a falta de nomes por trás dele) começou a chamar a atenção da comunidade, do FBI e até das Forças Armadas, que têm uma base próxima.

Atualmente, cidade conta com poucas construções (Foto: reprodução/California Forever)

Cidade sustentável secreta e preocupações

  • Uma reportagem do The New York Times revelou a intenção dos executivos por trás do grupo no último dia 29.
  • Mais informações sobre o projeto também foram descritas no site do projeto, lançado este ano.
  • Além de Jan Sramek, outros executivos do Vale do Silício participam da empreitada, como a filantropa Laurene Powell Jobs, o cofundador do LinkedIn, Reid Hoffman, e o investidor Chris Dixon.
  • Sramek justificou que manter a privacidade sobre o assunto era necessário para evitar especulação imobiliária.

E os moradores?

O website escreve que, ao longo dos cinco anos do projeto, mais de 2 mil moradores foram entrevistados. No fim do mês passado, o California Forever divulgou uma nova pesquisa aos residentes para avaliar qual o nível de apoio à nova cidade, enviada via correio. A promessa é de que, em breve, terão pontos físicos para debate.

publicidade

Isso porque, para conseguirem construir no local, os executivos deverão convencer os moradores a aprovarem o projeto, uma vez que eles são consultados sobre novos empreendimentos.

A iniciativa argumenta que criaria novas casas e ajudaria os novos moradores a financiá-las. O ponto pode ser um atrativo aos moradores, uma vez que a Califórnia sofre com a falta de moradias e, segundo o webiste, 81% das crianças da cidade de Solano não terão onde morar na região onde cresceram.

publicidade
Solano tem mais de 451 mil habitantes, que precisarão concordar com projeto (Foto: Michael Roumph/Shutterstock)

Falta de planos para cidade sustentável

  • No entanto, os planos ainda não estão totalmente claros.
  • O congressista Mike Thompson, que representa grande parte do condado de Solano, se reuniu com Sramek para discutir o projeto. Segundo o site Euronews, o executivo disse que o California Forever proporcionaria novas casas, novos empregos e empregadores e ainda poderia ser líder em gestão ambiental.
  • Thompson suspeita que, na verdade, o plano seja criar uma cidade elitizada, acusando Jan Sramek de não se importar com os valores locais e apenas visar o lucro. Isso porque o executivo teria dito que o financiamento de casas se daria usando “o seu conhecimento financeiro” porque suas “intenções são grandes”, sem mais detalhes.
  • Outras pessoas envolvidas divergem. Algumas acreditam que o empreendimento pode piorar a qualidade de vida no local, enquanto outras veem o potencial de crescimento de serviços do terceiro setor, por exemplo.
  • De qualquer forma, o California Forever terá que agradar, pelo menos, a maior parte da população local para realmente sair do papel.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!