O Airbnb vai adotar uma nova estratégia para combater anúncios falsos. A empresa apresentou um programa de verificação que avaliará detalhes de todos os imóveis cadastrados no aplicativo de reserva de imóveis.

  • Por ora, a medida valerá nos EUA, Canadá, Austrália, Reino Unido e França, os cinco principais mercados do Airbnb.
  • O plano para reprimir fraudes solicitará envio de fotos, dados de GPS dos imóveis e mais. 
  • A empresa usará tecnologia antifraude, IA (inteligência artificial) e revisão humana para conduzir o processo. 
  • O programa começa ainda em 2023 e segue para outros 30 países em 2024. Ainda não foi mencionado se o Brasil está na lista.
Logo do Airbnb com paisagem de cidade ao fundo
Imagem: AlesiaKan / Shutterstock

Leia mais:

publicidade

Selo de verificado no Airbnb

O CEO do Airbnb, Brian Chesky, confirmou que os imóveis aprovados terão um selo de verificação nos anúncios. A nova marca começará a aparecer a partir de fevereiro de 2024. A verificação pode resolver problemas como imóveis que não existem, possuem informações falsas ou são propriedade de outra pessoa que não o anfitrião. 

O cadastro de anúncios também muda. Agora, anfitriões que anunciarem uma nova propriedade precisarão fazer upload de imagens do imóvel com dados de GPS por meio do aplicativo. Para anúncios existentes, a empresa informa que analisará dados como histórico de reservas e avaliações. 

publicidade

Embora não tenha fornecido um cronograma, o Airbnb confirma que oferecerá “tempo suficiente” para todos se adequarem. No entanto, caso não consiga confirmar os dados ou encontre fotos duplicadas e discrepâncias, a plataforma pode tomar medidas.

Por ora, ainda não foi confirmado quando propriedades não aprovadas serão removidas do sistema. Só este ano, a empresa afirma que removeu 59.000 anúncios fraudulentos.

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!