A Honda, General Mortors e Cruise anunciaram nesta quinta-feira (19) a formação de uma nova joint venture (empreendimento conjunto) para oferecer transporte sem motorista (robotáxi ou veículo autônomo) no Japão. Segundo comunicado, a nova empresa deve ser estabelecida já no primeiro semestre de 2024, enquanto o serviço será disponibilizado no início de 2026. 

O que você precisa saber: 

Vídeo relacionado

  • As empresas não forneceram detalhes financeiros, como valor de investimento; 
  • Vale lembrar, no entanto, que a Honda anunciou em 2018 que investiria US$ 2 bilhões na Cruise ao longo de 12 anos; 
  • Segundo a Reuters, o plano é comercializar os veículos autônomos em grande escala no Japão; 
  • O serviço será lançado no centro de Tóquio e usará, inicialmente, Chevrolet Bolts antes de expandir para uma frota de 500 Origins (VA da Cruise). 

Leia mais! 

A Cruise, unidade de robotáxi da GM, já oferece o tipo de transporte comercialmente em quatro cidades nos Estados Unidos, assim como a rival Waymo, da Alphabet (Google), que está ativa em São Francisco. 

publicidade

Para o presidente-executivo da Cruise, Kyle Vogt, não é possível dizer, no entanto, qual será o desafio no Japão. 

Direi que em São Francisco vemos karts. Vemos pessoas fazendo malabarismos. Vemos burros nas ruas de Austin onde testamos e, portanto, a variedade da situação que nossos VAs (veículos autônomos) encontraram é bastante ampla. 

Importante lembrar que as três empresas já trabalham juntas no ramo de veículos autônomos há algum tempo. O veículo Cruise Origin, por exemplo, foi desenvolvido em conjunto pela GM, Cruise e Honda.  

publicidade

Com a recente investigação aberta pelos reguladores de segurança automotiva dos EUA devido alguns acidentes envolvendo o AV da Cruise, Vogt pontuou que a segurança era a principal prioridade da empresa, acrescentando que auxiliaria os reguladores no trabalho “difícil” de regular tecnologias emergentes como esta. Saiba detalhes aqui