Nesta segunda-feira (6), durante o DevDay, a OpenAI, criadora do ChatGPT, anunciou algumas novidades envolvendo seu software de Inteligência Artificial (IA) generativa.

A novidade mais interessante é a capacidade de usuários criarem suas próprias versões do ChatGPT. O recurso se chama GPT, já estão disponíveis e poderão ser distribuídas publicamente.

publicidade

Leia mais:

GPT Store

  • Entre as novidades, a OpenAI também anunciou a GPTS Store, loja virtual que reunirá criações de desenvolvedores verificados pela empresa;
  • Publicados na loja, os GPTs serão pesquisáveis por outros usuários na GPT Store e podem subir nas tabelas de classificação, semelhante ao que vemos em outras lojas virtuais similares;
  • Segundo a OpenAI em seu blog, os GPTs criados e publicados na GPT Store serão classificados pela companhia de Sam Altman como “mais úteis e agradáveis que encontramos em categorias, como produtividade, educação e ‘apenas por diversão'”;
  • A empresa também anunciou que, nos próximos meses, os produtores de GPTs também poderão ganhar dinheiro com base em quantas pessoas usam a criação do usuário.

A OpenAI disse, ainda, que vai lançar oficialmente a GPT Store no fim deste mês, mas não informou a data oficial correta.

publicidade

ChatGPT pode ser enganado para criar códigos maliciosos, diz estudo

Os chatbots e outros serviços de inteligência artificial são testados incansavelmente para descobrir possíveis falhas perigosas antes de ser lançados. Um estudo da Universidade de Sheffield, na Inglaterra, descobriu que, mesmo assim, muitos programas de IA continuam vulneráveis e talvez nem as empresas desenvolvedoras saibam disso. A pesquisa mostrou como bastam algumas perguntas para que esses sistemas ajudem na produção de hacks para fins maliciosos, inclusive o ChatGPT.

Leia a matéria completa aqui