A Nvidia continua superando as expectativas do mercado. Aproveitando o boom da inteligência artificial, a empresa divulgou os resultados do terceiro trimestre. A receita cresceu 206% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Leia mais

publicidade

Crescimento sólido da Nvidia

  • No total, a receita da Nvidia no terceiro trimestre de 2023 foi de US$ 18,12 bilhões, mais de R$ 88 bilhões.
  • O resultado ficou acima dos US$ 16,18 bilhões esperados pelos analistas.
  • Já o lucro por ação atingiu o patamar de US$ 4,02, também superior aos US$ 3,37 projetados pelo mercado financeiro.
  • Por fim, o lucro líquido foi de US$ 9,24 bilhões, mais de R$ 45 bilhões.
  • As informações são da CNBC.

Empresa busca licenças para vendas para a China

Apesar da divulgação dos resultados, as ações da empresa caíram 1%. O pessimismo do mercado se deve ao anúncio da Nvidia de que espera um impacto negativo no próximo trimestre por causa das restrições de exportação que afetam as vendas para organizações na China e em outros países.

Esperamos que nossas vendas para esses destinos diminuam significativamente no quarto trimestre do ano fiscal de 2024, embora acreditemos que o declínio será mais do que compensado pelo forte crescimento em outras regiões.

Colette Kress, chefe financeira da Nvidia

Desde o início do ano, as ações da Nvidia subiram 241%.

publicidade

Em teleconferência com analistas, Kress disse que a empresa está trabalhando com alguns clientes no Oriente Médio e na China para obter licenças do governo dos Estados Unidos para vendas de produtos de alto desempenho, caso dos chips semicondutores.

A companhia ainda afirmou que está tentando desenvolvendo novos produtos em conformidade com as restrições adotadas pela Casa Branca.

publicidade

As autoridades norte-americanas anteciparam a proibição de venda de mais modelos de chips semicondutores para Pequim no que está sendo chamado de “guerra dos chips“. A medida impacta diretamente a Nvidia, que já não pode mais comercializar os chips A800 e H800 da empresa com os chineses.