Os veículos elétricos têm conquistado cada vez mais espaço. Mas a infraestrutura para a recarga dos carros ainda deixa a desejar. Nos Estados Unidos, por exemplo, alguns postos de carregamento mais movimentados chegam a registrar filas. Para resolver o problema, a Tesla criou uma nova taxa.

Leia mais

Vídeo relacionado

Como funciona a nova taxa

  • A Taxa de Congestionamento do Supercharger é cobrada depois que um carro atinge 90% de carga.
  • O valor é de US$ 1, cerca de R$ 5, para cada minuto de uso dos carregadores.
  • Segundo a Tesla, a cobrança ocorrerá em alguns pontos e quando eles estiverem com grande demanda.
  • As informações são da The Verge.
Tesla
(Imagem: Kittyfly/Shutterstock)

Tesla vai avisar motoristas antes da cobrança

A criação da nova taxa chega antes do Dia de Ação de Graças, comemorado no dia 23 de novembro nos Estados Unidos. Na data, muitas pessoas viajam para ver a família, gerando congestionamentos nas estradas.

Além disso, o anúncio da cobrança ocorre no momento em que a Tesla está abrindo seus pontos de recarga para veículos elétricos de outras empresas, o que aumenta ainda mais a demanda pelo carregamento.

publicidade

Os motoristas receberão uma notificação que alertará sobre a cobrança, tendo a chance de liberar a estação antes disso ocorrer. Ainda não há informações se a medida também será adotada fora dos Estados Unidos.

A empresa de Elon Musk já cobra taxas dos proprietários que deixam seus carros conectados depois de terminarem o carregamento. O sistema normalmente carrega mais lentamente nos últimos 10% a 20% e o próprio aplicativo da Tesla recomenda limitar os níveis de carga a um nível reduzido, como 80% para a condução diária. Segundo a montadora, isso maximiza a saúde e a longevidade da bateria.