Apresentado em 2019, o Tesla Cybertruck finalmente foi revelado quatro anos mais tarde nesta quinta-feira (30) e já foi entregue para a primeira leva de compradores.

Durante o evento de lançamento da picape elétrica nesta quinta-feira (30), 10 pessoas foram contempladas com as primeiras unidades do veículo entregue na sede da montadora em Austin, no Texas.

publicidade

Leia mais:

O que foi revelado sobre o Cybertruck

A empresa aproveitou a ocasião para revelar mais detalhes atualizados sobre preço, alcance e versões. Muita coisa mudou desde os primeiros vazamentos:

publicidade

Autonomia e desempenho

  • A versão de entrada da picape com tração traseira terá 400 km de autonomia, 0 a 100 km/h em 6,5 segundos e velocidade máxima de 180 km/h.
  • Já a com tração integral (AWD Cybertruck) terá alcance de 550 km, 0 a 100 km/h em 4,1 segundos e a mesma velocidade máxima.
  • A “Cyberbeast”, topo de linha, pode vir com dois ou três motores elétricos. A configuração trimotor, vao de 0 a 100 km/h em 2,6 segundos e atinge 210 km/h, além de produzir nada menos que 845 cavalos e 1.423 kgfm de torque. A autonomia cai para cerca de 515 km.
  • Segundo a Tesla, o Cybertruck pesa mais de 3 toneladas (3.111 kg) e vem com pneus off-road de 35″.

Preços

  • O Cybertruck mais barato custará a partir US$ 60.990, cerca de R$ 300 mil na cotação atual — bem acima do preço original abaixo dos US$ 40 mil de 2019.
  • Essa versão “baratinha”, no entanto, só chega ao mercado em 2025.
  • A com tração integral (AWD Cybertruck) sai a partir de US$ 79.990 (R$ 394 mil).
  • Já “Cyberbeast” é a mais cara: US$ 99.990 (mais de R$ 492 mil).
O caminhão elétrico angular de aço inoxidável ganhou muitos adeptos desde a primeira apresentação, mas muitos atrasos levaram a questionar se a picape seria realmente lançada oficialmente. Imagem: Divulgação/Tesla
O veículo está equipada com tomadas de 120 e 240 volts e também será capaz da alimentar uma casa, o que Tesla chamou de “Powershare”. Imagem: Divulgação/Tesla

Antes do evento, o CEO da Tesla Elon Musk procurou “moderar as expectativas” em torno do Cybertruck, alertando os investidores que o veículo não vai gerar “fluxo de caixa positivo” para a empresa durante pelo menos um ano a 18 meses. 

Salto na produção apenas em 2025

A produção em larga escala também será um desafio para a empresa, principalmente devido à escolha de usar aço inoxidável “ultraduro” no exterior. A Tesla disse que espera começar a produzir 250 mil unidades da picape elétrica anualmente até 2025.

publicidade

Agora que foi lançado, grande parte do foco será direcionado para a produção e rapidez para colocar os veículos nas mãos dos clientes. Como uma nova concorrente no mercado de picapes elétricas, também resta saber como o Cybertruck vai se sair em comparações com outros modelos populares como a Ford F-150 Lightning e o Rivian R1T.