Você já está acostumado a usar um casaco para se esquentar em um dia de frio. Por isso, também está familiarizado com as ideias de que existem tecidos mais (ou menos) aptos para te aquecer e de que usar diversas camadas de roupa ajuda.

Anteriormente, pesquisadores procuraram aumentar a capacidade de aquecimento e resfriamento em tecidos. No entanto, a maior parte dessas tentativas envolveu uma peça de roupa muito volumosa para uso geral.

Agora, um time de engenheiros, cientistas de materiais e químicos da Universidade de Nankai, na China, parece ter encontrado a solução. A equipe desenvolveu um tecido à base de microfibras chamado de meta-tecido, capaz de regular a temperatura corporal durante todo o dia, mesmo em períodos de mudanças externas de temperatura.

Leia também:

publicidade

Segundo o estudo, publicado na revista Science, o objetivo dos pesquisadores foi melhorar o tecido de microfibra adicionando elementos de aquecimento e resfriamento. Para isso, eles combinaram células solares flexíveis com tecnologia eletrocalórica – como ambas as tecnologias são flexíveis, elas permitem à integração com o tecido.

Além disso, devido a sua capacidade bidirecional, essas roupas podem fornecer calor ou efeito de resfriamento, dependendo do clima. Os testes mostraram que as roupas feitas com essa tecnologia são capazes de responder rapidamente às mudanças de temperatura ambiente.

Segundo a pesquisa, o dispositivo mantém a temperatura da pele humana dentro de uma zona de conforto térmico entre 32°C e 36°C, embora a temperatura ambiente varie entre 12,5 °C e 37,6 °C. A alta eficiência do dispositivo permite 24 horas de termorregulação controlável com apenas 12 horas de entrada de energia solar. 

Essa tecnologia representa um avanço significativo na criação de roupas termorreguladoras que podem ser alimentadas por energia solar. Além de proporcionar conforto térmico, elas provaram ser mais compactas e adequadas para uso diário.