Um dos sintomas mais comuns da gravidez é o enjoo matinal. Apesar do nome, as náuseas podem surgir em qualquer momento do dia, mas ficou conhecida assim, pois tendem a se agravar pela manhã.

A ciência ainda não fornece uma resposta definitiva para a razão dessa característica, mas, segundo um estudo publicado no International Journal of Reproduction, Contraception, Obstetrics and Gynecology, essa inclinação pode ser explicada pelas alterações hormonais no início da gravidez.

publicidade

Relação entre hormônios e náuseas

Nos primeiros meses de gestação, as mulheres produzem um hormônio chamado de gonadotrofina coriônica humana (hCG). Os cientistas acreditam que existe uma conexão entre esse hormônio e os enjoos matinais, já que o sintoma surge nos estágios iniciais da gravidez.

De acordo com uma pesquisa de 2016, o hCG pode causar náuseas, pois estimula a produção de fluidos no estômago. Esse hormônio também está relacionado a um aumento rápido nos níveis de tiroxinas, substâncias produzidas pela tireoide que desempenham um papel na regulação da digestão.

publicidade

Estrogênio e progesterona

  • Além do hCG, outros hormônios, como estrogênio e progesterona, podem contribuir para os enjoos matinais.
  • Esses hormônios têm um efeito relaxante nos músculos do estômago e dos intestinos, retardando a digestão.
  • Isso significa que a última refeição realizada pode levar mais tempo para ser digerida, resultando, em alguns casos, em náuseas.
  • A intensidade desses sintomas pode variar entre os indivíduos, uma vez que produzem diferentes níveis de hormônios

Hipoglicemia e gravidade dos enjoos

Além das questões hormonais, a hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue) pode agravar as náuseas, especialmente ao acordar, quando o nível de açúcar no sangue está menor. Durante a gravidez, quando o feto requer mais energia, esse nível também pode diminuir, principalmente à noite.

A combinação de hipoglicemia com o relaxamento dos músculos estomacais e intestinais pode resultar em náuseas, sendo mais intensas pela manhã devido ao estômago vazio e à queda temporária na pressão arterial ao se levantar.

publicidade

Leia mais:

Influência de fatores emocionais

A gravidade do enjoo matinal pode ser ampliada por fatores emocionais, como estresse, ansiedade e fadiga, devido à estreita conexão entre o sistema nervoso e o digestivo. Emoções negativas podem intensificar o desconforto estomacal, impactando tanto gestantes quanto não gestantes.

publicidade

Conforme explicado pela Dra. Adiele Hoffman, médica generalista e consultora médica no aplicativo Flo Health, em entrevista ao Live Science, indivíduos predispostos a sentir náuseas, como aqueles que as sentem durante enxaquecas ou possuem reações adversas a medicamentos com estrogênio, têm maior probabilidade de vivenciar enjoos matinais durante a gravidez.