A Netflix continua surfando no sucesso de One Piece. O mangá de Eiichiro Oda, que depois virou anime e que agora se tornou um dos melhores (senão o melhor) live-action da história, vai voltar às telas do streaming por meio de um spin-off.

Leia mais

publicidade

A plataforma lança no próximo domingo (21) a animação “Monstros: A Maldição do Dragão”, história que faz parte do mesmo universo do carismático Monkey D. Luffy.

Você confere o primeiro trailer da atração a seguir:

publicidade

Monstros conta a história de origem de Ryuma, um espadachim lendário que, inicialmente, era apenas um samurai. Como o próprio título indica, ele deve enfrentar um dragão durante sua jornada.

Ryuma aparece na série principal, One Piece, no arco de Thriller Bark, como um zumbi que era controlado pelo vilão Gekko Moriah.

publicidade

Monstros foi publicada originalmente por Eiichiro Oda em 1994, quando o autor tinha apenas 19 anos.

As informações são do Omelete.

publicidade

O sucesso do live-action de One Piece

  • Ok, quando eu disse que era o melhor live-action da história foi uma opinião pessoal. Mas você já assitiu? É muito bom mesmo!
  • E digo isso como um leigo nesse universo: não li o mangá nem havia assistido o anime.
  • A série live-action entrega muita coisa, mesmo para os fãs originais, que também elogiaram a obra.
  • Em duas semanas no ar, One Piece acumulou 37,8 milhões de visualizações, alcançou o Top 10 em 93 países e estreou em 1º lugar em 46 deles.
  • Além disso, a série conseguiu o selo “Certified Fresh” no Rotten Tomatoes, com 96% da aprovação do público e mais de 10 mil análises — uma das maiores avaliações de uma produção Netflix.
  • É verdade que a série teve uma mega produção, com orçamento de US$ 18 milhões por episódio, segundo o Collider.
  • Mas outras, como Cowboy Bebop, também tiveram alto investimento e não alcançaram metade do resultado. Me recuso a falar de Yu Yu Hakusho…
  • Outro fator que ajudou o live-action foi o sucesso da história em outras plataformas: o mangá de One Piece tem o maior número de cópias em circulação no mundo (mais de 490 milhões); já o anime é uma das principais audiências da TV japonesa.

E a segunda temporada?

Sim, teremos segunda temporada! Ela já começou a ser produzida, mas ainda não tem data de lançamento.

O sucesso da primeira foi tão estrondoso que a renovação saiu em poucos dias, em setembro do ano passado, em um anúncio no perfil oficial da Netflix no X (antigo Twitter).

A última frase de Oda no telefone-caramujo é a seguinte: “De agora em diante, parece que os Chapéus de Palha precisarão de um ótimo médico… Veremos!”. E mostra um desenho de Chopper.

Preparem-se, portanto, para a introdução dessa poderosa – e fofa – rena que atua como médico no bando pirata de Luffy.

Além de Chopper, a segunda temporada de One Piece deve trazer outros personagens, como o vilão Smoker, que aparece na cena pós-créditos do primeiro ano.

Ele é um oficial da marinha que dá trabalho para os Chapéus de Palha na cidade de Loguetown. A série vai focar, então, na saga de “Alabasta”.