Estes são alguns destaques da edição desta quarta-feira (24):

Olhar do Amanhã: a IA e o futuro dos smartphones

A IA, embora tenha se popularizado com o ChatGPT, hoje está presente em quase tudo o que sai de novo. A novidade inicial foi o chatbot, mas essa era só a ponta do iceberg. A Samsung anunciou o Galaxy S24, o primeiro dos celulares dessa era da IA. Espera-se que outras fabricantes façam o mesmo, tornando o smartphone um aparelho com ainda mais recursos. Assunto para o neurocientista e futurista Alvaro Machado Dias.

publicidade

MIT: empregos não serão tão afetados pela IA

Pesquisa recente realizada pelo Laboratório de Ciência da Computação e Inteligência Artificial do MIT (CSAIL) apresentou resultados de investigação acerca do futuro dos empregos automatizados pela inteligência artificial (IA).

EUA investigam uso de IA para imitar voz de Biden em ligações falsas

As autoridades dos Estados Unidos abriram uma investigação para apurar o uso de inteligência artificial para imitar a voz do presidente Joe Biden em ligações automáticas. As chamadas continham uma mensagem atribuída ao político e que pedia para que os eleitores democratas do estado de New Hampshire não votassem nas primárias do partido, marcadas para esta terça-feira (23).

publicidade

Campanha pede regulamentação da IA em defesa dos dubladores

Quem de nós não se lembra da famosa frase ‘Versão brasileira, Herbert Richers’ antes de assistir a um filme ou série dublada? Pois então, os dubladores estão presentes em muitos dos momentos mais nostálgicos da televisão, do cinema, dos jogos e, ainda hoje, são muito importantes para quem não está muito afim de acompanhar as legendas, por exemplo. Acontece que essa profissão está enfrentando um novo desafio: a inteligência artificial.

Relógio do Juízo Final: estamos mais próximos do fim pelo segundo ano seguido

O Relógio do Juízo Final, dispositivo simbólico que representa o quão próximo estamos do fim da humanidade, está em seu estado mais alarmante pelo segundo ano seguido. Quanto mais perto da meia-noite os ponteiros se aproximam, mais o estado atual é preocupante. Os números são atualizados a cada início de ano e, atualmente, marcam 90 segundos para meia-noite, assim como em 2023 – um recorde alarmante.

publicidade

O Olhar Digital News é exibido de segunda a sexta em nossas redes. Acompanhe!