O Spotify, renomado serviço de música por assinatura, está supostamente se preparando para mais uma rodada de aumentos de preços, sinalizando uma mudança em relação à sua taxa mensal estabelecida nos Estados Unidos. Após um aumento anterior em julho, que viu as assinaturas Premium subirem de US$ 9,99 para US$ 10,99, a empresa agora se prepara para mais um reajuste, variando entre US$ 1 e US$ 2.

Segundo o CNBC, as ações do Spotify subiram 6% após a reportagem da Bloomberg que afirma que a empresa aumentará os preços de seu serviço de assinatura premium em vários mercados.

publicidade

Leia mais:

Aumento de preços

  • De acordo com a Bloomberg, o próximo aumento de preço está programado para afetar outros mercados até o final de abril.
  • Tais mercados incluiriam Reino Unido, Austrália, Paquistão e mais dois países não citados.
  • Além disso, existiriam planos para um aumento semelhante para clientes dos EUA ainda este ano.
  • O Spotify ainda não confirmou oficialmente nenhum aumento de preços em seus planos, muito menos se o Brasil seria um dos mercados afetados.
  • Em julho do ano passado, o Spotify fez o reajuste mais recente no mercado brasileiro. Os aumentos daquele momento foram de até R$ 3.

Spotify e audiolivros

spotify
Spotify trabalha em expansão de seu serviço de audiolivros. (Imagem: Reprodução)

O ajuste de preço é impulsionado principalmente pela expansão do Spotify para audiolivros, com a necessidade de cobrir os custos associados. Tendo emergido rapidamente como o segundo maior player da indústria de audiolivros, ficando atrás apenas da Audible, o Spotify busca fortalecer sua presença nesse domínio, estendendo sua atuação para novos territórios.

publicidade

Deve existir uma saída para os usuários que não tem interesse em audiolivros. Como parte dessas mudanças de assinatura, o Bloomberg aponta que o Spotify introduzirá um novo plano “básico”, mantendo a taxa atual de US$ 10,99 Premium, mas excluindo audiolivros enquanto ainda oferece acesso a música e podcasts.

O serviço de audiolivros do Spotify ainda não foi lançado por aqui, então é provável que o Brasil não seja afetado pela mudança de preços a princípio.

publicidade

Qualidade do áudio

Apesar da introdução de novos níveis de assinatura, persistem preocupações em relação a possíveis comprometimentos na qualidade do áudio.

No entanto, rumores sugerem que o tão aguardado plano “Supremium” do Spotify, que apresentaria streaming sem perda de qualidade e outros recursos premium, pode abordar essas apreensões.

publicidade
Does anyone know what this icon means/does?
byu/Spotify_Support intruespotify

Observações recentes — como no post acima no Reddit —, de um logotipo Dolby Atmos na tela “Reproduzindo Agora” do aplicativo sugerem a possível inclusão de áudio espacial como parte das ofertas do Supremium.