A marca americana Hi-Power Cycles lançou uma nova máquina veloz para o mercado de bicicletas elétricas. A novidade da vez é a Revolution W, uma “fera” com 10.500 watts de potência capaz de atingir “a maior velocidade de fábrica” do mercado, segundo a empresa.

Como é a e-bike mais veloz do momento?

  • O modelo voltado para militares, policiais e funcionários do governo pode atingir quase 130 km/h, segundo a Hi-Power Cycles (bem acima do limite de 45 km/h permitido legalmente nas ruas dos EUA).
  • Para atingir a velocidade máxima, a bicicleta elétrica é alimentada por um poderoso motor central de 10.500 watts.
  • O torque máximo, por sua vez, é de 28,5 kgfm — para efeito de comparação, é quase o triplo de um Fiat Mobi 1.0 2022, com 9,7 kgfm rodando no etanol.
  • A e-bike possui uma bateria personalizada de longo alcance que entrega até 160 km de autonomia estimada por carga.
  • Sua estrutura feita à mão é feita de alumínio aeroespacial e fibra de carbono.
Bicicleta elétrica Revolution W.
A bicicleta elétrica vem com acabamento camuflado e preto como padrão, mas pode ser personalizada com outras cores. Imagem: Divulgação/Hi-Power Cycles

Leia mais:

Vídeo relacionado

A bicicleta elétrica mais recente da HPC foi projetada em parceria com nomes importantes do setor de defesa, como Lockheed Martin e Northrop Grumman. O veículo com pneus mais largos foi desenvolvido para enfrentar “terrenos difíceis de alcançar, íngremes e irregulares e ambientes hostis”, diz o fabricante, e vem com componentes de última geração e frenagem a disco para mais “poder de parada”.

Quanto custa?

A HPC tem mais modelos disponíveis em sua nova Divisão de Defesa. A Revolution W é a mais cara da família e custa a partir de US$ 10 mil, cerca de R$ 54 mil na cotação atual.