No mote dos carros elétricos, existem vários tipos de modelos. Agora, com a popularização cada vez maior desse nicho do setor automobilístico, os plug-in estão ganhando mais espaço. Dados de abril mostram que as vendas desse tipo de EV (na sigla em inglês) aumentaram em 25% ante o mesmo mês no ano passado, indicando que o segmento está em expansão.

Carros elétricos plug-in estão caindo no gosto do público

Antes de tudo, vale relembrar que são duas modalidades de carros elétricos: os totalmente elétricos e os híbridos.

Vídeo relacionado

Leia mais:

No primeiro caso, eles são movidos à bateria como única fonte de energia. No segundo, os carros combinam motor a combustão (com suas respectivas formas de combustível, como etanol e gasolina) com energia elétrica. Dentro dos híbridos, há duas outras modalidades: os plug-ins e os não-plug-ins.

publicidade

Os plug-ins têm dois motores, sendo um a combustão e outro a energia elétrica. Neles, o condutor opta por um deles como fonte principal e, quando o combustível ou a energia acaba, o outro serve como fonte secundária. No entanto, para recarregá-lo, basta conectar o carro à tomada ou a postos de carregamento de elétricos.

No caso dos híbridos-não plug-in, o próprio movimento interno do motor a combustão gera a energia para que ele se locomova. Ou seja, não é necessário colocá-lo na tomada, apenas reabastecer.

publicidade

Tesla Model Y
Tesla Model Y foi o modelo mais vendido globamente em abril (Imagem: Tesla/Reprodução)

Vendas de plug-in estão aumentando

Segundo dados do EV-Volumes, foram 1,2 milhão de carros elétricos plug-in de passageiros (não inclui caminhões, por exemplo) vendidos globalmente em abril. Isso representa aumento de 25% em relação ao ano passado e participação de mercado de 18% (em comparação com 16% há um ano).

publicidade

Ainda de acordo com os dados, os híbridos plug-in (PHEV, na sigla em inglês) venderam cerca de 427 mil unidades no período, aumento de 51% em relação a abril do ano passado. Já os elétricos venderam cerca de 749 mil unidades, aumento de 14%.

Apesar de as vendas de elétricos ser quase o dobro da de plug-ins, a taxa de aumento anual da segunda modalidade cresceu expressivamente mais, mostrando que, enfim, os elétricos plug-in acharam seu nicho.

BYD Dolphin Mini (Seagull)
BYD Seagull, Dolphin Mini aqui no Brasil, também esteve no pódio de vendas (Imagem: aappp/Shutterstock)

Modelo da Tesla é o carro elétrico plug-in mais vendido globalmente

  • Entre os modelos elétricos plug-in mais vendidos no mundo todo em abril, o Tesla Model Y continua na liderança, com mais de 68 mil unidades saindo das lojas;
  • No entanto, o resultado é 7% inferior a abril do ano passado, indicando desaceleração;
  • Enquanto isso, a BYD vem logo atrás com seis modelos: Song (61 mil unidades vendidas), Qin Plus (com quase 47 mil), Seagull (ou Dolphin Mini, em alguns mercados, com quase 37 mil), Destroyer 05 (33 mil) e Yuan Plus (quase 30 mil).