A Meta anunciou que está suspendendo os planos para seu assistente de IA na Europa. O anúncio foi feito no blog oficial da empresa após objeções do regulador de privacidade da Irlanda contra a companhia.

Leia mais:

publicidade

A Meta alega que a Comissão Irlandesa de Proteção de Dados (DPC) pediu à empresa que adiasse o treinamento de seus grandes modelos de linguagem, que era feito com conteúdo postado publicamente em perfis do Facebook e Instagram.

Dizendo estar desapontada com o pedido, a Meta se defendeu informando que incorporou um feedback regulatório na atividade, e, junto a isso, que as Autoridades de Proteção de Dados europeias foram informadas desde março.

publicidade
meta
Meta enfrenta a resistência dos reguladores europeus para treinar seu novo modelo de IA – Imagem: Ink Drop/Shutterstock

A Meta começou recentemente a notificar usuários europeus do Facebook e do Instagram de que iria recolher os seus dados e ofereceu uma opção de exclusão, no que é considerada uma tentativa de cumprir as leis de privacidade europeias.

Meta culpa reguladores por não conseguir lançar IA na Europa

  • A Meta diz em seu blog que o Google e a OpenAI já usaram dados de europeus para treinar IA, mas não foram barrados
  • A companhia crê que se os reguladores não permitirem que use as informações dos usuários para treinar os seus modelos, ela só poderá entregar um produto inferior.
  • “Sem incluir informações locais, só seríamos capazes de oferecer às pessoas uma experiência de segunda categoria”, diz a Meta.

Os reguladores europeus, por outro lado, gostaram da suspensão do treinamento. Stephen Almond, diretor de risco regulatório do Gabinete do Comissário de Informação do Reino Unido, emitiu um comunicado.

publicidade

“Estamos satisfeitos que a Meta tenha refletido sobre as preocupações que compartilhamos dos usuários de seus serviços no Reino Unido e respondido ao nosso pedido para pausar e revisar os planos de usar os dados dos usuários do Facebook e Instagram para treinar IA generativa”, disse Almond.

meta ue
Meta diz que não lançará sua IA generativa na Europa no momento (Imagem: rarrarorro/Shutterstock)