Assim como os carros tradicionais a gasolina e a diesel, os carros elétricos são um investimento de longo prazo e, como tal, os consumidores definitivamente querem que seu dinheiro valha a pena. Dito isso, é importante ressaltar que os preços de modelos elétricos ainda são mais altos em comparação a carros tradicionais.

E, como sabemos que a maioria dos carros desvalorizam com o tempo de uso, é normal questionar se um veículo elétrico tem um bom valor de revenda, comparável aos tipos de veículos tradicionais.

publicidade

Leia também:

Carros elétricos desvalorizam mais rápido?

Veículo elétrico via Michael Fousert/Unsplash
Veículo elétrico via Michael Fousert/Unsplash

A desvalorização é o processo de perda de valor ao longo do tempo e, assim como os carros com motor de combustão, os carros elétricos se desvalorizam. Assim, a desvalorização de carros elétricos é a diferença entre o valor que você pagou pelo veículo e o valor que está sendo oferecido pelo seu carro elétrico usado.

publicidade

Como mencionado, todos os veículos perdem valor com o tempo. Dirigi-los desgasta várias peças, que eventualmente falharão e precisarão de reparos ou substituições. E, mesmo com a instalação de peças novas, não é possível comparar um carro usado a um direto da fábrica. Consequentemente, essa perda de valor piora à medida que o veículo envelhece.

Deste modo, alguns estudos sugerem que os carros elétricos desvalorizam mais rapidamente do que os carros movidos a gasolina. Além disso, os veículos elétricos geralmente sofrem depreciação desde o momento da compra, com o impacto mais significativo ocorrendo nos primeiros três anos de uso.

publicidade

Por que carros elétricos desvalorizam mais rápido?

Veículo elétrico via myenergi/Unsplash
Veículo elétrico via myenergi/Unsplash

São vários os motivos que determinam essa maior queda no valor. Por exemplo, quanto mais quilômetros o carro tiver percorrido, menor será seu valor. Além disso, à medida que os carros envelhecem, eles tendem a perder valor porque carros mais novos e mais potentes são lançados todos os anos.

Outros fatores incluem a marca e a demanda. Os carros de fabricantes de boa reputação podem manter seu valor mais do que os carros de fabricantes novos ou não confiáveis. E como essa tecnologia é relativamente nova, não há uma grande demanda por carros elétricos usados em comparação com carros movidos a gasolina.

publicidade

Quanto aos carros híbridos, algo similar ocorre sobre a desvalorização. A perda de valor para veículos híbridos depende muito do modelo mas, de modo geral, são tão sensíveis à depreciação quanto os veículos elétricos.