Os contos de fadas atravessaram gerações, encantando crianças e adultos com suas histórias mágicas. Nos últimos tempos, esses contos ganharam ainda mais popularidade graças às animações da Disney

No entanto, além das animações, há uma série de filmes live-action que adaptam esses contos de fadas, trazendo novas perspectivas e abordagens variadas para as telas do cinema.

publicidade

Diante disso, resolvemos listar 8 filmes live action baseado em contos de fada.

Peau d’âne (1970) / Credito: Parc Film, Marianne Productions (divulgação)

A Bela e a Fera (1946)

La Belle et la Bête (1946) / Credito: DisCina (divulgação)
  • Disponível para assinantes do Looke.

Considerado um clássico do cinema, “A Bela e a Fera” é um filme francês dirigido pelo poeta, dramaturgo e cineasta Jean Cocteau. Baseado no conto homônimo de Jeanne-Marie Leprince de Beaumont, o longa se destaca por sua estética visual e sua abordagem poética e onírica.

publicidade

Na trama, a bela e gentil Belle (Josette Day) se sacrifica para salvar seu pai, aceitando viver com uma fera (Jean Marais) em seu castelo. Entretanto, com o tempo, ela descobre a bondade e a humanidade por trás da aparência monstruosa da Fera.

Leia mais:

publicidade

Branca Como a Neve (2019)

Blanche comme neige (2019) / Credito: Gaumont Distribution (divulgação)
  • Disponível para assinantes do Amazon Prime Video e Looke.

Adaptação moderna de “Branca de Neve”, dos irmãos Grimm, “Branca Como a Neve” é uma comédia dramática francesa dirigida por Anne Fontaine. Lou de Laâge estrela como a versão moderna da Branca de Neve e Isabelle Huppert como a Madrasta.

Na trama, Claire (de Laâge) trabalha no hotel de seu falecido pai, que agora é administrado por sua madrasta, Maud (Huppert). Contudo, Maud descobre que seu amante está apaixonado por Claire. Tomada pelo ciúme, a madrasta planeja matá-la.

publicidade

Para Sempre Cinderela (1998)

Ever After (1998) / Credito: 20th Century Fox (divulgação)
  • Disponível para assinantes do Oldflix.

Baseado no conto de fadas “Cinderela” de Charles Perrault, este filme oferece uma interpretação realista da história, excluindo todos os elementos mágicos. 

Com uma abordagem mais histórica e feminista do conto, o filme conta com a direção de Andy Tennant. O enredo segue o relato dos irmãos Grimm sobre como realmente é a história de “Cinderela”. 

No século XVI, a gentil jovem Danielle de Barbarac (Drew Barrymore), após a morte de seu pai, é relegada ao papel de serva por sua madrasta malvada (Anjelica Huston). Porém, ela e o príncipe Henry (Dougray Scott) se apaixonam.

Jack, o Caçador de Gigantes (2013)

Jack the Giant Slayer (2013) / Credito: Warner Bros. Pictures (divulgação)
  • Disponível para assinantes do Max.

Baseado nos contos de fadas britânicos “Jack e o Pé de Feijão” e “Jack the Giant Killer”, “Jack,  o Caçador de Gigantes” é um filme de aventura e fantasia dirigido por Bryan Singer (franquia “X-Men”).

Na trama, o jovem fazendeiro Jack (Nicholas Hoult) inadvertidamente abre uma porta entre o nosso mundo e o mundo dos gigantes. A partir daí, uma guerra entre humanos e gigantes se inicia. 

Eleanor Tomlinson, Stanley Tucci, Ian McShane, Bill Nighy, Eddie Marsan e Ewan McGregor completam o elenco.

Belle Dormant (2016)

Belle Dormant (2016) / Credito: Hellish Producciones, Paraíso Production, Pomme Hurlante Films (divulgação)
  • Não disponível nos streamings.

O cultuado cineasta espanhol Adolfo Arrieta dirige esta adaptação do conto “A Bela Adormecida” de Charles Perrault, transportando a história para o século 21. No enredo, Égon (Niels Schneider) é um príncipe da Letônia do século 21 que gosta de tocar bateria. 

Porém, seu grande desejo é encontrar o reino de Kentz, onde os habitantes estão adormecidos desde 1900 devido à maldição de uma fada (Ingrid Caven) e quebrar o feitiço sobre a bela adormecida. 

Produção francesa, o filme conta com nomes como Agathe Bonitzer, Mathieu Amalric e Serge Bozon no elenco.

Pele de Asno (1970)

Peau d’âne (1970) / Credito: Parc Film, Marianne Productions (divulgação)
  • Não disponível nos streamings.

Baseado no conto de mesmo nome de Charles Perrault, “Pele de Asno” é um filme de comédia e musical francês dirigido pelo renomado cineasta Jacques Demy (“Os Guarda-Chuvas do Amor”, “Duas Garotas Românticas”). 

Com cores vibrantes, o filme fez sucesso na França e é considerado um clássico cult. O longa é estrelado por Catherine Deneuve e Jacques Perrin. Na trama, um rei (Jean Marais) jura que só se casará com uma mulher mais bela que sua falecida esposa. 

Porém, a única que atende ao requisito é sua própria filha (Deneuve). A princesa, então, pede ajuda de sua fada madrinha (Delphine Seyrig) e acaba fugindo do reino escondida sob uma pele de asno.

Freeway – Sem Saída (1996)

Freeway (1996) / Credito: Republic Pictures (divulgação)
  • Disponível gratuitamente no Plex, porém, apenas com áudio e legendas em inglês.

Este filme cult de crime e comédia ácida faz uma releitura sombria do conto de fadas “Chapeuzinho Vermelho”. Kiefer Sutherland, Reese Witherspoon e Brooke Shields estrelam o filme.

Na trama, uma adolescente de uma família problemática (Witherspoon) decide fugir para a casa de sua avó após seus pais serem presos e a assistência social vir buscá-la. 

Durante a viagem de carro, ela encontra um conselheiro escolar charmoso (Sutherland) e começa a confiar nele. No entanto, ela logo descobre que ele é um serial killer.

Os Amantes Criminais (1999)

Les amants criminels (1999) / Credito: Fidélité Productions, ARTE France Cinema, StudioCanal, Eurospace (divulgação)
  • Não disponível nos streamings.

Releitura moderna de “João e Maria”, “Os Amantes Criminais” mistura suspense, terror e romance. O filme é uma produção francesa dirigida por François Ozon e estrelada por Natacha Régnier e Jérémie Renier.

Na trama, um jovem casal comete um assassinato. Todavia, eles acabam se perdendo na floresta ao tentar esconder o corpo. Porém, eles são encontrados por um perverso eremita que os tranca em uma cabana e pretende comê-los.