Por Tâmara Lira, diretora de Finanças da Paschoalotto  

A automação tornou-se um elemento estratégico vital para o sucesso empresarial, beneficiando toda a organização e não apenas departamentos isolados.  

publicidade

Além de aumentar a precisão das informações, garantir a confiabilidade e a rastreabilidade dos processos, e agilizar a obtenção de dados e a execução de tarefas, a automação também promove diversos outros benefícios. Ela reduz os custos operacionais ao minimizar a necessidade de mão de obra para tarefas repetitivas, resultando em economias significativas. A eficiência operacional é aprimorada, otimizando o uso de recursos e melhorando a produtividade. A automação permite que a empresa escale suas operações sem um aumento proporcional no quadro de funcionários. 

Leia mais:

publicidade

Além disso, a satisfação dos clientes melhora com processos mais rápidos e precisos, resultando em um atendimento de maior qualidade. A automação libera os colaboradores de tarefas rotineiras, permitindo que se concentrem em atividades estratégicas de maior valor agregado. Facilita também o cumprimento de normas e regulamentos, reduzindo riscos de penalidades e multas, e promove uma cultura de melhoria contínua e inovação dentro da organização. A redução de erros humanos garante maior qualidade nos resultados, enquanto a otimização de recursos minimiza desperdícios. Por fim, dados rápidos e precisos auxiliam na tomada de decisões informadas e em tempo hábil, contribuindo para um crescimento sustentável e eficiente das empresas. 

No setor financeiro, a automação é especialmente crucial devido ao grande número de tarefas repetitivas e processos complexos que a área enfrenta diariamente. Governança, especificações de clientes, pagamentos, recebimentos, reembolsos e lançamentos em sistemas ERP são apenas algumas das atividades que podem ser otimizadas.  

publicidade
Automação tem benefícios nos setores financeiros das empresas (Imagem: ktsdesign/Shutterstock)

Com o aumento do volume de transações, a automação permite que a área financeira mantenha o ritmo de entregas, garantindo que o crescimento do negócio seja acompanhado por processos eficientes e precisos. 

Os líderes financeiros devem estar preparados para responder a esses desafios com mais do que apenas pedidos de aumento de equipe. A conhecida frase “se você não quer ser substituído por um robô, não faça o trabalho dele” ilustra bem a necessidade de adaptação e inovação. 

publicidade

Contudo, erros comuns ocorrem na prática, como terceirizar a responsabilidade para a área de tecnologia, não priorizar a automação devido ao volume de trabalho diário, e tentar automatizar processos que não foram previamente otimizados.  

Automação também traz benefícios aos clientes (Imagem: Shutterstock/ideadesign)

Adicionalmente, a resistência à mudança é um obstáculo frequente. O temor de que a automação substitua empregos pode gerar preocupações entre os funcionários.  

O processo de implementação exige um trabalho considerável: mapear processos, otimizar, validar, testar, ajustar e integrar com sistemas existentes. O grande desafio é realizar tudo isso, paralelamente as entregas diárias. Além de que depois de implementada, é preciso acompanhamento do funcionamento da automação, e reavaliações periódicas. 

Embora intenso, esse trabalho oferece retornos significativos. 

Resistência à mudança pode ser um empecilho (Imagem: gerada pela inteligência artificial Dall-E/Nayra Teles)

Fazendo parte da solução 

É fundamental que os líderes incorporem os conceitos essenciais de automação na cultura da equipe. Cada integrante deve compreender seu papel na construção da automação e se sentir parte do projeto.  

Envolver o time no processo, compartilhando a visão do todo, as etapas e as articulações necessárias com outras áreas, é crucial. Dessa forma, os colaboradores entenderão por que o trabalho está sendo desenvolvido e como ele beneficiará tanto a empresa quanto a si próprios, e poderão contribuir. 

Transformação digital
A equipe completa precisa estar envolvida na automação (Imagem: Miha Creative/Shutterstock)

Os benefícios da automação não se restringem à empresa. Os colaboradores também ganham ao poder direcionar seu tempo para atividades mais estratégicas, reduzindo horas extras e ampliando seu aprendizado e desenvolvimento profissional. Incorporar uma mentalidade eficiente na cultura da equipe é essencial para que a automação não seja uma iniciativa pontual, mas uma prática contínua e integrada ao dia a dia do trabalho. 

Vale destacar que a automação é uma ferramenta estratégica indispensável para o crescimento sustentável e eficiente das empresas. Sua implementação no setor financeiro, e em outros setores, pode transformar a maneira como as organizações operam, promovendo um ambiente de trabalho mais produtivo e inovador. Ao envolver toda a equipe no processo e incorporar uma cultura de automação, as empresas garantem que essa transformação seja bem-sucedida e duradoura.