Carros e Tecnologia

Compartilhe com seus seguidores
A A A

Carros elétricos, robôs e programação: as cidades inteligentes vêm aí

Marcelo Gripa 01/03/2018 20h00

Aconteceu esta semana a Smart City Expo Curitiba, uma exposição internacional de soluções de tecnologia que pretendem tornar as cidades mais eficientes, igualitárias e sustentáveis. O evento, que teve origem em Barcelona, homenageia cidades que mostram inovações tecnológicas de urbanismo, e Curitiba é a primeira cidade brasileira a sediá-lo.

Estão presentes no evento órgãos públicos e empresas de mobilidade, energia e saneamento básico, entre outros setores. Elas exibem tanto soluções de infraestrutura urbana como alguns produtos voltados para consumidores finais. É o caso dos carros Zoe e Twizy, da Renault, dois veículos totalmente elétricos. 

O Zoe é o maior, com espaço para cinco pessoas, autonomia de 300 quilômetros e a capacidade de carregar totalmente suas baterias em duas horas e quarenta minutos numa estação especializada. Ele vem equipado com um sensor anticolisão que usa informações do computador do carro e de uma câmera especializada para alertar o condutor quando ele detecta que ele está distraído.

O Twizy, por sua vez, tem espaço apenas para o motorista e um passageiro atrás dele. Com tamanho bem reduzido, ele é capaz de andar 100 quilômetros e recarregar suas baterias com três horas e meia de conexão em qualquer tomada 220V, ou sete horas em uma tomada 110. Os dois carros já foram homologados no Brasil e já estão sendo vendidos para algumas empresas. Eles devem chegar ao mercado em breve.

Além de produtos, o evento também traz palestras nas quais gestores de políticas públicas, pesquisadores e empresário discutem o futuro das cidades. E também sao apresentados projetos educacionais que visam preparar as pessoas para as profissões do futuro. É o caso de uma iniciativa da secretaria municipal de educação de Curitiba que desenvolve cursos de robótica e programação com alunos da rede pública. Com o auxílio de mentores, estudantes do sexto ao nono ano do ensino  fundamental constroem projetos como um drone semeador e um robô capaz de seguir um percurso pré determinado.

De acordo com Carlo Ratti, um professor do MIT que ministrou uma palestra durante o evento, iniciativas educativas como essa são muito importantes. Isso porque a modernização das cidades não depende só do avanço da tecnologia, mas também de uma mudança na mentalidade dos cidadãos.

Robótica Carro elétrico
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você