cloud computing nuvem
Compartilhe com seus seguidores
A A A

A segurança na nuvem

Camillo Di Jorge 23/09/2015 11h11

A reputação do fornecedor é a primeira e mais importante decisão na hora de contratar um serviço

Reprodução


Um estudo recente realizado pela Frost&Sullivan revelou que, até o final de 2015, 66% das empresas brasileiras devem utilizar algum tipo de aplicação em nuvem. Ou seja, esse número confirma que se trata de uma tendência altamente disseminada entre as companhias brasileiras, mas que exige um cuidado redobrado das organizações em relação à segurança da informação.

Quando as empresas definem por um modelo no qual as informações são processadas e armazenadas na nuvem, seja ela pública ou privada, passam a ter menos controle sobre dados, muitas vezes críticos para o negócio. O fato de os datas centers estarem, na maior parte dos casos, em locais desconhecidos, assim como a falta de clareza sobre quem são as pessoas que manipulam as informações, potencializa as incertezas em relação à segurança, em especial, sobre riscos associados a vazamento, roubo ou modificação não autorizada de dados.

Isso, no entanto, não representa um impeditivo para os projetos, na medida em que se as organizações tomarem alguns cuidados na contratação e no gerenciamento dos fornecedores, podem minimizar os riscos associados à cloud e se beneficiar da redução de custos e flexibilidade proporcionados pelos ambientes na nuvem.

A primeira e mais importante decisão na hora de contratar um serviço na nuvem é avaliar a reputação do fornecedor e buscar referência de outros clientes. Além disso, deve-se avaliar questões relacionadas à operação do data center, entre elas, quais os níveis de segurança física e lógica, os procedimentos em caso de paradas no sistema e como é feita a manutenção e a migração dos dados. Além disso, esse tipo de contratação deve prever um acordo de confidencialidade e garantias de que, em caso de rompimento do contrato, as informações permaneçam com a contratante.

Um aspecto fundamental para gerenciar a segurança na nuvem é criar um catálogo, identificando todos os dados e classificando os mesmos, em termos de criticidade para o negócio, especificando a propriedade e responsabilidade por eles e descrevendo a localização e o uso aceitável desses ativos. Essa análise deve levar em conta todos os tipos de dados, incluindo aqueles não estruturados.

Além disso, é essencial que as empresas definam políticas especificas para tratar de questões de privacidade e o uso correto da proteção de dados, a fim de garantir que seus provedores de cloud computing sigam corretamente as políticas de privacidade e consigam oferecer um serviço seguro, sem entraves.

Com os cuidados adequados, as empresas podem beneficiar-se da flexibilidade e redução de custos associados aos serviços em cloud computing, mas sem colocar em risco a segurança da informação.

Cloud computing Nuvem
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você