Spam
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Não seja mais um spammer no envio de e-mails corporativos e pessoais

Camillo Di Jorge 26/11/2013 11h00

Ferramenta de comunicação é um documento que pode ser utilizado inclusive em juízo

Uma das ferramentas de comunicação mais antigas, o envio de cartas, ainda utilizado, porém com menos frequência, foi substituído pelo e-mail. Uma mensagem eletrônica de uso sistemático e diário, que tem substituído também outras formas tradicionais de comunicação como o telefone. Mas, a massificação do uso dessa ferramenta para todo tipo de necessidade, desde uma decisão de trabalho, marcar um encontro com amigos ou enviar informações sobre uma empresa ou produto para uma base de endereços, fez com que muitas empresas e pessoas utilizassem sem critérios, enviando e-mails sem autorização e invadindo caixas de entrada, passando a ser conhecidas como SPAMMERS (em inglês).

A origem do termo SPAM tem várias explicações e definições. Algumas delas são SPAM – Sending and Posting Advertisement in Mass (Enviando e Postando Propaganda em Massa) ou ainda Stupid Pointless Annoying Messages (Mensagens sem sentido e irritantes), que acompanha versões diferentes. Algumas histórias asseguram que o termo origina-se de uma marca de presunto enlatado vendido após a Segunda Guerra Mundial nos Estados Unidos, que era ofertado em todo o lugar e muito consumido pela população americana, provavelmente, resultado da publicidade massiva.   

Outra versão que deu origem ao termo provavelmente teve como inspiração o quadro humorístico do grupo inglês Monty Python que criou esquetes na TV inglesa tendo como tema a exposição excessiva do presunto enlatado, chamado “SPAM” (Spiced Ham, presunto condimentado). O tal presunto fazia parte de todos os pratos no cardápio da lanchonete cenográfica do programa, e acabou tornando-se sinônimo para algo que é empurrado para alguém contra a sua vontade.

Esses empréstimos do termo explicam ou pelo menos nos fazem entender o emprego atual do termo, que é o ato de enviar diversos e-mails para uma base de endereços de pessoas desconhecidas e que não pediram para receber aquela informação. Essa prática é mal vista e cria mais constrangimentos do que resultados positivos e deve ser evitada, por não ser uma forma aceitável de comunicação e também por não ser segura, já que, em muitos casos, sua procedência é duvidosa.  

Tomando esse exemplo, se você está entrando em contato pela primeira vez com uma pessoa ou empresa, por meio de um e-mail, preencha o campo “Assunto” com informações que chamem a atenção e faça a pessoa abrir seu e-mail. Apresente-se de forma objetiva e evite enviar o mesmo e-mail para diversas pessoas, em cópia oculta, a menos que tenha sido pré-combinado. Utilize o bom senso e envie ou se comunique com o outro como você gostaria que se comunicasse com você e da maneira que gostaria de receber mensagens em sua caixa eletrônica.

O uso do e-mail tanto para o dia a dia de trabalho como para fins pessoais deve ser feito de forma sensata e inteligente, para que não vá para o lixo eletrônico, mesmo antes de ser aberto. É importante também que os funcionários de uma empresa sejam treinados para usarem bem essa ferramenta com regras básicas para escrever bem um e-mail, preencher o campo “Assunto”, o que enviar e não enviar para determinados usuários e lista de empresas ou pessoas.  

No uso corporativo ocorre o que muitos chamam de “chuva de e-mails”, onde se recebe e-mails desnecessários, é copiado ou copiou pessoas que não precisavam estar naquela conversa, ou muitas vezes uma troca de e-mails que com uma simples ligação ou levantar da cadeira e ir até o colega, poderia resolver muito mais rápido e até mesmo atingir um melhor resultado, além de conhecer uma nova pessoa ou melhorar o relacionamento, e após a conversa, formalizar em apenas um único e-mail.

O e-mail atualmente é mais que uma ferramenta de comunicação, é um documento, é algo oficial e que pode ser utilizado inclusive em juízo. Por esse motivo é necessário a educação para o uso, e utilizá-lo de forma adequada para que seja uma ferramenta a seu favor, que facilite a comunicação e o relacionamento entre as pessoas, no ambiente corporativo ou doméstico. 

Spam e-mail
Compartilhe com seus seguidores
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você