Detox digital: como usar a Internet a seu favor

Você já parou para pensar com o que gasta seu tempo quando está online? Ou se realmente quer gastar seu tempo com tudo isso?

Kelli Angelini 03/12/2018 13h00
Vício em smartphone
A A A

Detox, acrônimo do inglês detoxification, palavra tão em moda ultimamente, significa o processo de eliminação de substâncias desnecessárias ao corpo e prejudiciais à saúde, substâncias essas que dizem causar aumento de peso, dores de cabeça, falta de energia, insônia, depressão, alterações de humor, etc. Experts ressaltam que não é uma dieta alimentar, mas sim uma mudança de estilo de vida para uma vida mais saudável.

Calma, você não está na coluna errada, isso que você acabou de ler também tem a ver com comportamento digital. 

Se para ter um corpo saudável e evitar doenças buscamos o detox (alimentar), assim como se queremos uma casa limpa e organizada realizamos uma faxina, porque não avaliar como, quanto tempo e para que estamos usando as novas tecnologias e eliminar maus hábitos?

Gastamos boa parte do precioso tempo do nosso dia em redes sociais, muitas vezes para ler o “diário virtual” da vida de nossos amigos, familiares e até pessoas desconhecidas (fisicamente), para ver fotos e mais fotos mostrando uma felicidade digna de dar inveja até em conto de fadas, desabafos de amigos que tiveram problemas com algum e-commerce, notícias do dia a dia, publicidade de tudo o que você um dia pensou em comprar na vida, dentre outros.

Mas não para por aí. Ficamos vidrados nos grupos de mensagens instantâneas para ler “bom dia, boa tarde e boa noite” todo santo dia, passar para frente correntes religiosas compartilhadas por nossas mães, pais, avós e avôs, ler opiniões políticas de qualquer pessoa mesmo que nunca tenhamos pedido para saber, ver vídeos e mais vídeos com mensagens de autoajuda, áudios longos de amigos que te fazem pensar porque a pessoa não te ligou para bater um papo, emojis e mais emojis.

Também não perdemos os novos vídeos dos nossos influenciadores digitais preferidos, para dar boas risadas com aqueles canais de humor, praticar meditação, conhecer novas receitas de culinária, obter dicas de exercícios físicos para manter a forma para o próximo verão, assistir palestras sobre como melhorar o mundo, dicas para pagar as dívidas e guardar dinheiro, aprender a se maquiar, saber tudo sobre futebol e sobre os campeonatos, dentre muitos e muitos outros. Temos ainda os apps de jogos, banco, música, transporte, das lojas preferidas e supermercados, de promoções de passagens aéreas e viagens, etc. Ufa. Haja folego para tudo isso.

A tecnologia deixou tudo acessível. Antes precisávamos de uma máquina para tirar fotos, um computador para ler e-mails, um ipod ou rádio para ouvir músicas e notícias, um aparelho telefônico para fazer ligações e uma TV para assistir vídeos. Hoje temos os smartphones, verdadeiras ferramentas multiuso como os canivetes suíços e que pode ser utilizado até quando estamos naquele momento tão íntimo usando o banheiro.

Então, você já parou para pensar com o que gasta seu tempo quando está online? Ou se realmente quer gastar seu tempo com tudo isso? Ou Melhor, você já avaliou como dá conta de tudo isso e se faria algo diferente no seu dia a dia sem isso?

Aprendemos a ser multitarefas, ver redes sociais enquanto trabalhamos, checar e-mails ou responder tweets enquanto redigimos um texto, assistir vídeos enquanto interagimos com nossas famílias, andar enquanto enviamos mensagens de áudios para amigos, e assim por diante. A cada dia nos inscrevemos em mais um canal de vídeos, baixamos mais apps, adicionamos mais conhecidos nas redes sociais, e participamos cada vez mais de mais grupos de mensagens instantâneas. Você já se perguntou onde isso vai parar?

Antes que você comece a franzir a testa desesperado(a) por uma receita de detox digital milagroso, vale a pena refletir que a receita é você quem vai criar, basta examinar se as suas redes sociais não estão te sobrecarregando assim como um torresmo pesa em seu estômago; se a sua adoração pelos influenciadores digitais não está empatando sua produtividade assim como as frituras podem boicotar a recomendação médica para evitar doenças cardiovasculares; e se a interação em família não está prejudicada pela sua dedicação aos grupos de mensagens instantâneas assim como os doces e refrigerantes atrapalham sua dieta para perder peso.

É tudo uma questão de auto avaliação e reeducação, usar a Internet a seu favor e tirar o melhor proveito dela, ela é ótima, basta ter objetivos e não cair em tentação para realizar uma mudança de estilo de vida para ter uma vida (digital) mais saudável.

smartphone Saúde
Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você