4 previsões para 2019 sobre o mercado de inteligência artificial

O próximo ano será marcado pela maturidade dessa tecnologia nas empresas e, principalmente, na vida das pessoas.

Marcelo Sales 12/12/2018 09h15
robô, robótica, inteligência artificial, ciborgue
A A A

A inteligência artificial - IA - esteve presente nas nossas vidas ao longo de 2018 e, com certeza, terá mais protagonismo ainda em 2019, mas de forma mais equilibrada. Muitas companhias que apostaram nela sem muita clareza agora começam a entender melhor seu papel, por isso a IA caminha para se tornar tão importante para a consistência de estratégias e gestão de empresas quanto a internet foi no passado. Isso não quer dizer, no entanto, que avanços surpreendentes não estarão por vir no próximo ano. Existem muitas expectativas no mundo dos negócios e na sociedade que a IA promete revolucionar.

Inicio, abaixo, uma discussão sobre 4 importantes previsões que acredito que vão ser relevantes para transformações no mercado de IA.

Aprofundando no negócio

De acordo com relatórios da Forrester Research, que abordam uma lacuna entre a ambição e a execução de TI em 2018, é possível prever que, em 2019, as equipes de TI serão mais pragmáticas com relação à transformação digital e vão concentrar esforços em construir uma base durável e eficaz para inovar e também dimensionar suas operações.

Em 2018, as empresas passaram a ter uma visão mais real sobre o que a IA é capaz ou não de fazer pelo seu negócio no momento atual. Ou seja, depois de algum tempo dedicado para ordenar e identificar oportunidades em que inteligência artificial pode, de fato, trazer inovação e resultado, em 2019, as empresas enxergam iniciativas que irão ganhar força para implementação e expansão.

Se hoje, por exemplo, vemos varejistas capturando informações por meio de recibos e programas de fidelidade, e os alimentam por meio de inteligência artificial para entender a melhor forma de venda, no próximo ano, acredito que lidaremos com a confiança de que essa tecnologia, preditiva e inteligente, pode ser implantada em outras operações da empresa, como por exemplo, na atuação prática em ações de engajamento do consumidor

Banco de dados gerando receita

O aumento do uso de dados hoje pelas empresas fez com que toda organização ganhasse uma vasta expertise em gestão de informação. Nesse contexto, as empresas estão vendo seus dados como uma nova forma de monetização.

A John Deere, líder mundial na fabricação de equipamentos agrícolas, hoje também oferece análises baseadas em dados para apoiar agricultores a gerenciar plantações de maneira mais eficiente. Em 2019, mais empresas adotarão ferramentas de IA para analisarem esses dados e ampliar essa estratégia conforme entenderem o valor das informações que possuem.

Aumento da transparência da inteligência artificial

Em todo o processo de evolução da sociedade, em um determinado momento, a transparência torna-se extremamente importante para que seja possível, de fato, consolidar uma mudança. Todos queremos saber como, quando e onde estão utilizando nossos dados. Esse é um movimento delicado para IA, principalmente porque o que a torna útil e atrativa, são suas conexões e previsões que quase nunca são óbvias, mas sempre assertivas.

Em 2019, acredito que, globalmente, deve haver uma mudança forte para aumentar a transparências em IA. Acredito que isso será apoiado por muitas empresas que hoje têm medo de enfrentar responsabilidades no futuro se a tecnologia atual for julgada injusta ou antiética.

IA trará mais empregos do que imaginamos

O Gartner prevê que até o final de 2019, a IA estará criando mais empregos do que extinguindo. O instituto aponta que inteligência artificial vai gerar 2,3 milhões de postos de trabalho até 2020, enquanto 1,8 milhão de empregos serão perdidos para a automação. Ainda, segundo o relatório, estes poderiam ser focados em educação, saúde e setor público.

Esse movimento reforça o ponto inicial, em que veremos muitos esforços focados em criar bases sólidas para o uso de IA. Continuaremos vendo trabalhos manuais tornando-se tecnologia automatizada. Mas quando se trata de profissões, como médicos, administradores, advogados, teremos mecanismos de IA, cada vez mais, sendo construídos com objetivo de apoiar essas funções e tornando a palavra final de um profissional qualificado ainda mais confiável e assertiva.

Para a indústria da tecnologia, que deve atender essa demanda crescente, vamos ver a busca por profissionais capacitados e com visão de futuro, que alie conhecimento técnico e entendimento da sociedade atual em suas competências para que leve inteligência artificial para o trabalho real.
Por fim, acredito que 2019 será um ano muito estratégico para as empresas que estão apostando em inteligência artificial há algum tempo e para as que estão entrando nela. Para quem ainda olha de fora, haverá oportunidades, mas um tempo menor para passar pela curva de aprendizado.

Inteligência Artificial
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você