Compartilhe com seus seguidores
A A A

Brasileiro lidera estudo sobre coronavírus nos EUA

Matheus Luque, editado por Elias Silva 01/04/2020 20h12

Nascido no Brasil, o imunologista Michel Nussenzweig se mudou para os Estados Unidos no começo da adolescência. Hoje, ele lidera um grupo de pesquisadores que estuda a produção artificial de anticorpos como forma de tratar pacientes infectados com o novo coronavírus.

 

Nussenzweig e seus colegas da Universidade Rockefeller esperam coletar amostras de sangue de pelo menos 100 pacientes curados da covid-19. O objetivo é identificar as células produtoras dos anticorpos que reagiram ao vírus.

 

Os cientistas pretendem extrair o gene das amostras dos voluntários, já que ele contém as instruções para produzir os mecanismos de defesa. Em seguida, é preciso introduzir o fragmento genético em células cultivadas em laboratório, para obter a fabricação de anticorpos em larga escala.


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



Brasil coronavirus covid19 anticorpos
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você