Compartilhe com seus seguidores
A A A

Voluntários doam capacidade de processamento para combate a Covid-19

Matheus Luque, editado por Elias Silva 02/04/2020 20h12

O projeto Folding@Home usa o poder de processamento ocioso de computadores voluntários para simular interações entre proteínas. Cada máquina recebe um pequeno pedaço de tarefa. Quando eles são concluídos, os resultados são enviados a um servidor central e, lá, compilados.

Greg Bowman, diretor do projeto, diz que mais de 356 mil GPUs Nvidia, 79 mil GPUs AMD e 593 mil CPUs participam do projeto. O objetivo é entender como as proteínas se “dobram” para assumir a forma necessária para realizar suas várias funções.

Esse conhecimento pode ser útil e essencial para entender o comportamento e auxiliar no combate a várias doenças. Entre elas estão o mal de Alzheimer, o câncer, o ebola e a covid-19.


Confira em tempo real a COVID-19 no Brasil:



câncer computador coronavirus covid19
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você