Dicas e Tutoriais

Roteador Asus

Vale a pena comprar um roteador gamer?

Rene Ribeiro, editado por Rui Maciel 26/10/2018 10h30
Compartilhe com seus seguidores
A A A

Os gamers sempre querem o melhor hardware para que tenham o melhor desempenho, o que é justo. No entanto, algumas vezes, isso não é necessário. Por exemplo, 64 GB de memória RAM não vão ajudá-lo a conseguir mais headshots no Counter-Strike. Então será que você precisa de um roteador  específico para jogos e que custará mais caro?


A resposta é, geralmente, NÃO. O que é importante para jogos online não é necessariamente a velocidade bruta (largura de banda) de sua conexão. Isso ajuda em downloads de arquivos grandes ou quando várias pessoas estão acessando conteúdos que consomem muita banda ao mesmo tempo.

Para jogos online onde a velocidade é muito importante para você não ser atingido, o que precisamos é uma baixa latência, que é o tempo que leva para um sinal eletrônico ir do seu computador ou console de jogos para o servidor remoto que hospeda o game e vice-versa. Os gamers costumam utilizar o comando “ping” para saber como está esse tempo de resposta entre o servidor e o roteador de onde ele está jogando.

Reprodução

Um roteador caro pode melhorar a latência, mas apenas até certo ponto. Para a Internet doméstica, é raro obter uma conexão com o servidor mais rápida que, aproximadamente, 30 milissegundos (três centésimos de segundo) e a faixa entre 50 a 100 milissegundos é a mais comum.

Um roteador mais rápido pode melhorar a conexão entre o modem do seu provedor e o seu computador ou console, seja via Wi-Fi ou com uma conexão Ethernet (via cabo). Mas não pode fazer nada - nem melhorar e nem piorar - a conexão que vai do seu provedor para o servidor do jogo.

E mesmo que pudesse, não seria possível ver o benefício de uma conexão com menos de 30 ms de atraso. O tempo médio de reação humana para o estímulo visual - pense nisso como o medidor de FPS (frames por segundo) para o cérebro - é de cerca de um quarto de segundo (250 ms).

Jogadores profissionais que praticam games de tiro, onde todas as ações precisam ser muito rápidas, provavelmente são melhores que a maioria das pessoas em relação ao tempo de reação. Mas mesmo supondo que seus tempos de reação sejam o dobro da média humana, ainda não conseguirão fazer melhor do que uma conexão que tenha latência de 90 a 100 milissegundos, que é o mínimo aceitável para jogos online.

Portanto, se seu jogos estão lentos, a culpa não é do seu roteador Wi-Fi e sim da conexão que o seu provedor oferece. E a única a coisa a fazer é trocar de provedor ou solicitar uma verificação se está ocorrendo algum problema na região em que você reside.

Mas há vantagens

Isso não quer dizer que um roteador gamer seja inútil. Modelos mais caros tendem a incluir portas Ethernet extras que eliminam a necessidade de switches, Tem antenas e firmwares melhores para maior cobertura do Wi-Fi, opções de configuração mais amplas ou até mesmo rádios extras para cobertura dupla em bandas sem fio de alta velocidade.

Tudo isso pode melhorar a conexão dentro de sua casa, no sentido de mais pessoas poderem acessar a mesma rede ao mesmo tempo, sem perda de desempenho para download e conteúdos em streaming. Resumindo, um roteador gamer é ótimo para oferecer largura de banda sem fio para muita gente acessar conteúdos ao mesmo tempo. Como uma LAN Party, por exemplo.

Mas se você estiver procurando por um roteador que lhe dê uma vantagem específica em jogos online, especialmente para uma única máquina em uma rede local, sem congestionamento, não precisa comprar um produto que custa mais de R$ 800, quando um de R$ 100 reais vai atender sua necessidade da mesma maneira.

Wi-Fi Roteadores Dicas Dicas&Tutoriais
Compartilhe com seus seguidores
Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Recomendados pra você